Siga Nossas Redes Sociais

Vôlei

Com desistência da Venezuela, CSV muda regulamento do Sul-Americano de vôlei

Escrito em

Foto: Wander Roberto/CBV

Brasília sediará, na próxima semana, a edição do Campeonato Sul-Americano masculino de vôlei. O palco das partidas será o Ginásio Nilson Nelson a partir da próxima quarta-feira (01.09). Até então, seis equipes disputariam a competição, mas a Venezuela comunicou à Confederação Sul-Americana de Vôlei que não participará do torneio por causa da pandemia da Covid-19.

Também por causa da Covid-19, os jogos acontecerão na capital federal – neste momento – sem a presença de público. Vale lembrar que a liberação de torcedores está concedida apenas para partidas de futebol. Em conversa com jornalistas na última semana, a secretaria de esportes informou que já está tramitando um decreto para que o público também seja liberado em ginásios.

Desta maneira, Argentina, Brasil, Chile, Colômbia e Peru vão atrás do título sul-americano masculino. O Brasil estreia contra o Peru na próxima quarta-feira (01.09). Na sequência, enfrenta a Colômbia na quinta-feira (02.09) e o Chile na sexta-feira (03.09). Os três confrontos acontecem às 19h. No dia 04 de setembro, a equipe brasileira folga e o último jogo será contra a Argentina, no dia 05 de setembro, às 10h.

Convocados

Para ir em busca do 33º título em 35 edições disputadas, o técnico do Brasil, Renan Dal Zotto, já convocou a equipe para o torneio. Foram relacionados os seguintes atletas:

Levantadores:
– Bruninho
– Fernando Cachopa

Opostos:
– Alan
– Aboubacar

Ponteiros:
– Lucarelli
– João Rafael
– Vaccari
– Adriano

Centrais:
– Lucão
– Isac
– Flávio
– Cledenilson

Líberos:
– Thales
– Maique

Rener Lopes é jornalista formado pela Universidade Católica de Brasília (UCB); Atua na mídia esportiva desde 2006. Já teve passagens pelas rádios Paranoá FM, Comunidade FM do Gama, Transamérica FM Brasília, Bandeirantes AM Brasília e Ativa FM Brasília. Tem no currículo três olimpíadas (Atenas 2004, Londres 2012 e Rio 2016), duas Copas do Mundo (Brasil 2014 e 2019) e uma Copa América (Brasil 2019).

Continue Reading
P