Siga Nossas Redes Sociais

Copa América 2019

Nos pênaltis, Brasil elimina Paraguai e avança para a semifinal da Copa América

Escrito em

Brasil e Paraguai deram a largada para as quartas de final da Copa América 2019 na noite desta quinta-feira (27), em Porto Alegre/RS. Com o apoio da torcida gaúcha, e em um jogo emocionante, decidido apenas nas penalidades máximas, a seleção canarinho bateu a paraguaia por 4×3 e está nas semifinais da Copa América.

O jogo

Nos minutos iniciais, o que se viu foi uma pressão brasileira. Os donos da casa, mesmo assim, conseguiram dominar as ações e não deixar que os paraguaios tomassem conta da partida.

Aos 18 minutos, Gabriel Jesus chegou na grande área e tomou uma carga. No entanto, o árbitro chileno Roberto Vargas considerou fingimento do atacante brasileiro e não marcou nada.

Mas quem atacou primeiro foi o Paraguai. Aos 28, Derlis Gonzáles recebeu passe pela direita, matou no peito, dominou a bola e encheu o pé, obrigando Alisson a fazer uma grande defesa.

A primeira tentativa brasileira foi apenas aos 40 minutos. Philippe Coutinho recebe bom passe pela esquerda, invade a grande área e bate para o gol, mas Gatito Fernandez – atento – pega a bola.

Aos nove minutos do segundo tempo, Philippe Coutinho foi derrubado na grande área e o árbitro marca penalidade máxima. No entanto, com o auxílio do VAR, o pênalti é cancelado e é confirmada uma falta na meia lua da grande área. Assim, Balbuena – o último jogador paraguaio – é expulso de campo.

A pressão brasileira aumentou depois da expulsão de Balbuena. Tanto que o jogo ficou concentrado no campo de ataque brasileiro. Aos 24, Philippe Coutinho recebe excelente passe na entrada da área, gira e tenta o chute, mas é travado na hora H por Gatito Fernandez. No rebote, Alex Sandro domina pela esquerda e enche o pé, com a bola indo pela linha de fundo.

Quatro minutos depois, Everton Cebolinha dribla três e cruza pra grande área. Firmino não consegue finalizar, mas a bola sobra pra Gabriel Jesus encher o pé e a bola ir pela linha de fundo.

Aos 43, Philippe Coutinho cobra falta pela esquerda da grande área e a bola vai certeiro na cabeça de Alex Sandro. O que ele não esperava era que Gatito Fernandez fez uma defesaça! No lance seguinte, após uma tabelinha com Roberto Firmino, Willian domina de longe e solta a bomba, com a bola indo na trave do arqueiro paraguaio.

O Paraguai não entrava na zona de ataque, justamente pela pressão brasileira. Mesmo com o árbitro dando sete minutos de acréscimo, a rede não balançou e, com isso, a decisão foi para as penalidades máximas.

Brasil empatou com o Paraguai no tempo normal. Com isso, a decisão da vaga para as semifinais foi para as cobranças de penalidade máxima – Foto: CA2019

Emoções à flor da pele

Gustavo Gomez abriu a série de penalidades máximas cobrando para o Paraguai, mas Alisson defendeu. Willian converteu a primeira para o Brasil. Almirón empatou, fazendo o gol dos paraguaios e Marquinhos colocou a seleção canarinho na frente.

Valdez converte para o Paraguai e empata o jogo novamente. Philippe Coutinho coloca o Brasil novamente na frente. Rojas marca o terceiro dos paraguaios, mas Roberto Firmino manda por cima da trave e a bola vai pra fora. Tudo empatado na Arena do Grêmio em 3×3.

Na cobrança decisiva, Derlis Gonzáles mandou à direita de Alisson. Coube a Gabriel Jesus converter a última penalidade e confirmar o Brasil nas semifinais da Copa América.

Os donos da casa vão enfrentar o vencedor do confronto entre Venezuela e Argentina, que vão se enfrentar nesta sexta-feira (28), no Maracanã. A semifinal acontece na próxima terça-feira (02.07), às 21h30, no Mineirão, em Belo Horizonte/MG.

COPA AMÉRICA – QUARTAS DE FINAL
BRASIL 0-0 PARAGUAI – TEMPO NORMAL
BRASIL 4-3 PARAGUAI – PENALIDADES MÁXIMAS
27.06.2019 – ESTÁDIO ARENA DO GRÊMIO – PORTO ALEGRE/RS

Público: 45.495 pagantes (48.211 presentes)
Renda: R$ 10.352.430,00

Cartões Amarelos:
Arzamendia, Iván Piris, Alonso (Paraguai)
Filipe Luis, Roberto Firmino (Brasil)

Cartão Vermelho:
Balbuena (Paraguai)

BRASIL
Alisson; Daniel Alves (Lucas Paquetá), Marquinhos, Thiago Silva e Filipe Luis (Alex Sandro); Allan (Willian), Arthur e Philippe Coutinho; Gabriel Jesus, Roberto Firmino e Everton Cebolinha.
Técnico: Tite

PARAGUAI
Gatito Fernandez, Iván Piris, Gustavo Gómez, Balbuena e Arzamendia (Valdez); Alonso, Ortiz, Richard Sánchez (Escobar), Derlis Gonzáles e Almirón; Hernán Pérez (Rodrigo Rojas).
Técnico: Eduardo Berizzo

Rener Lopes é jornalista formado pela Universidade Católica de Brasília (UCB); Atua na mídia esportiva desde 2006. Já teve passagens pelas rádios Paranoá FM, Comunidade FM do Gama, Transamérica FM Brasília, Bandeirantes AM Brasília e Ativa FM Brasília. Tem no currículo três olimpíadas (Atenas 2004, Londres 2012 e Rio 2016), duas Copas do Mundo (Brasil 2014 e 2019) e uma Copa América (Brasil 2019).

Continue Reading
Clique para deixar seu comentário

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

P