Siga Nossas Redes Sociais

Futebol

Ceilândia e Real protagonizam empate morno no Abadião

Escrito em

Em um jogo sem muitas emoções, Ceilândia e Real ficaram no empate na manhã deste domingo (27), no Abadião. O jogo, que começou às 10h30, terminou em 1×1 com gols de Gabriel, para o Gato Preto, e Eduardo, a favor do Leão do Planalto.

O jogo

Com mais tempo de preparação que o Ceilândia, o Real começou o primeiro tempo mais consistente. No segundo minuto de jogo, os visitantes trataram de “acordar” Vinícius, goleiro do Ceilândia, com uma bola rasteira no canto do gol.

Aos 12 minutos, o atacante Daniel ficou cara a cara com o gol vazio, mas perdeu a oportunidade de abrir para o Leão do Planalto e chutou para fora.

Para o Ceilândia, faltava precisão na hora do contra-ataque, e o único perigo que o time ofereceu durante a primeira metade do jogo foi aos 37 minutos. Wallace teve uma boa oportunidade de gol, porém Eduardo se jogou na frente da bola, acabando com a jogada.

Na volta do intervalo, o Gato Preto mostrou mudança de postura, mas ainda assim foi o Real quem abriu o placar, aos 11 minutos do segundo tempo. Em uma cobrança de falta feita por Andrei no meio da área, Eduardo, sozinho, cabeceou no canto alto esquerdo e colocou a bola para dentro.

Até os 20 minutos da segunda etapa, a partida estava equilibrada. Então, o time da casa aproveitou o cansaço do visitante e melhorou os contra-ataques. Aos 30’, após três jogadas seguidas de bola parada, saiu o gol de empate do Ceilândia. O goleiro Léo Rodrigues espalmou a bola para fora em uma defesa difícil, dando escanteio para o adversário. O meia Gabriel aproveitou a jogada e marcou, também de cabeça.

O jogo seguiu sem mais emoções até o apito do juiz. Placar final: Ceilândia 1×1 Real.

Ceilãndia e Real fizeram o primeiro empate do Candangão 2019 – Foto: Nonato Borges/Galera Candanga

Jairo Araújo, técnico do Ceilândia, falou com a rádio Redentor após o jogo: “A equipe se portou bem melhor no segundo tempo. Tivemos oportunidade de definir melhor, enfrentamos uma grande equipe, que está brigando pelo campeonato. Temos que respeitar a qualidade da equipe adversária e pensar no próximo jogo”.

Já Filipe Cirne, ex-jogador do Gato Preto, contou como foi jogar contra os colegas: “Tenho total respeito pelo Ceilândia. Uma equipe que me acolheu muito bem. Tenho muito carinho pela torcida, pela diretoria, pelos torcedores. Mas agora as coisas mudaram, visto as cores do Real e vou atrás da vitória para o time”, explicou.

O Ceilândia só entra em campo de novo no próximo dia 03, para enfrentar o Bolamense no estádio Abadião. Já o Real encara o Sobradinho na quinta-feira (31), às 16h, no estádio nacional Mané Garrincha.

CANDANGÃO 2019 – 1ª RODADA
CEILÂNDIA 1X1 REAL
ESTÁDIO ABADIÃO – CEILÂNDIA-DF

Público: 180 pessoas
Renda: R$ 1.800,00

Árbitro: Sávio Sampaio
Assistentes 1 e 2: Ciro Chaban e José Leonardo

Cartões amarelos: Rangel, Graxa (Real)

Gols: Eduardo, aos 37 do primeiro tempo; Gabriel, aos 30 do segundo tempo.

CEILÂNDIA

Vinícius; Ronaldo (Erisson), Cocada, Felipe Marcelino e Kabrine; Helinho, Gago e Luciano Mandi (Gabriel); Wilker, Wallace e David Dener (Michel Jardim).
Técnico: Jairo Araújo

REAL

Léo Rodrigues; Luan, Hyago, Eduardo e China; Graxa, Andrei Alba e Filipe Cirne; Serginho (Pedrinho), Roger Gaúcho (Rangel) e Daniel (Emanuel).
Técnico: Paulo Pereira

Continue Reading
Clique para deixar seu comentário

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

P