Siga Nossas Redes Sociais

Rio 2016

Segundo dia de natação teve novos recordes e Phelps fazendo história

Escrito em

Na noite do segundo dia dos jogos Olímpicos no Rio de Janeiro, no parque aquático Maria Lenk, os Brasileiros Felipe França e João Gomes Junior disputaram medalha nos 100m peito, mas ambos ficaram fora do pódio para a tristeza dos torcedores que acompanharam e torceram no parque aquático Maria Lenk. Entretanto, quem esteve presente viu novos recordes serem quebrados na competição, além da 23ª medalha do americano Michael Phelps.

FRANÇA E JOÃO GOMES JUNIOR NÃO LEVAM MEDALHAS PARA O BRASIL
A expectativa de quem estava no Parque aquático Maria Lenk era de pura ansiedade para a entrada dos Brasileiros na água, mas ambos não conseguiram um lugar no pódio. Felipe França fez o 5º e João Gomes o sétimo melhor tempo na prova. Agora, o grande destaque da final dos 100 metros peito foi o Britânico Adam Peaty, que conquistou o ouro olímpico e de quebra, conseguiu bater o recorde mundial.

PHELPS FATURA A 23ª MEDALHA
O americano Michael Phelps conquistou a 23ª medalha em Olimpíadas, com a vitória dos Estados Unidos no revezamento por equipe. O nadador de 31 anos ajudou o país da América do Norte a vencer sem dificuldades a prova. O Brasil também participou, mas ficou apenas na 5ª posição. França e Austrália completaram o pódio.

SUECA BATE O PRÓPRIO RECORDE
Sarah Sjostrom conquistou o ouro olímpico para a Suécia e, de quebra, bateu o próprio recorde mundial nos 100 metros borboleta feminino, com o tempo de 0’55″48. Com o resultado, Sarah foi a primeira campeã olímpica do país no esporte. Penny Oleksiak, do Canadá, e Dana Vollmer, dos Estados Unidos, completaram o pódio.

SARAH LEDECKY VENCE NOS 100m LIVRE
A americana Sarah Ledecky, de apenas 19 anos, já é considerada por muitos a sucessora de Phelps na modalidade. Com tanto peso na curta carreira, a jovem não titubeou e correspondeu às expectativas: venceu e quebrou o recorde mundial da prova, com o tempo de 3’56″46, quase dois segundos mais rápida do que o antigo melhor tempo (3’58″37). Em segundo lugar ficou Jazz Calin, da Grã Bretanha, e a americana Leah Smith levou o bronze.

Continue Reading
Clique para deixar seu comentário

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

P