Siga Nossas Redes Sociais

Rio 2016

Basquete americano domina Rio 2016

Escrito em

As Olimpíadas do Rio de Janeiro chegaram ao fim neste domingo (21), logo após a vitória da seleção masculina de basquete contra a Sérvia. Com os resultados, os americanos mostraram a soberania que possuem diante dos demais rivais no esporte e, mais uma vez, garantiram o ouro, tanto no feminino, quanto no masculino.

Basquete feminino
Considerada uma seleção menos favorita a ter chegado na final do que o masculino, a Espanha entrou na final disposto a fisgar a medalha de ouro das americanas, mas não deu certo.

Após um primeiro quarto disputado, a fúria (como é conhecida a Espanha) deixaram as jogadoras americanas gostarem do jogo, e a partir do segundo quarto mudou o cenário do jogo. Com a jogadora dos Daiana Taurasi inspirada (17 pontos no jogo).

Sem forças para reagir durante a partida, a Espanha até tentou diminuir. Entretanto, com uma bom sistema defensivo e um ótimo ataque, as jogadoras da terra do tio Sam venceu as espanholas por 101 a 70 e faturaram o ouro. A Sérvia, que venceu a França por 70 a 63 ficou com o bronze.

Kevin Durant marcou 30 pontos na final do basquete masculino diante da Sérvia - Foto: Jesse D. Garrabrant/NBAE via Getty Images

Kevin Durant marcou 30 pontos na final do basquete masculino diante da Sérvia – Foto: Jesse D. Garrabrant/NBAE via Getty Images

Basquete Masculino
Se enfrentando pela segunda vez nesta Olimpíadas (a primeira quando o Dream Team venceram os sérvios por apenas 3 pontos de diferença), a seleção americana atropelou os europeus por 96×66 neste domingo, e faturaram o ouro olímpico na Arena Carioca 1.

No primeiro período, o jogo foi truncado e disputado. Os americanos tiveram dificuldades e com uma Sérvia de Teodosic (armador) pouco inspirado – apenas 9 pontos na partida – a equipe de Kirye Irving e cia venceram o primeiro quarto por 19 a 15.

No segundo quarto, os norte-americanos começaram a mostrar a grande superioridade diante dos rivais. Logo no início do período, a diferença aumentou para 10 pontos. Daí em diante a vantagem apenas aumentou. Com 24 pontos de Kevin Durant, apenas no primeiro tempo, o pivô recém contratado pelo Golden State Warriors comandou a equipe de Myke Krzyzewski (técnico americano) no segundo período, que já era de 52 a 29.

No terceiro período, a diferença ficou em 30 pontos. Com uma sérvia bem aquém em relação ao jogo realizado na primeira fase (os atuais vice–campeões europeu de basquetebol e mundial), não conseguia mostrar em quadra porque estava disputando a partida que valeria o ouro olímpico e, com show de bolas de 3 pontos do Dream Team, os Estados Unidos venceram o terceiro quarto por 79 a 43.

No último período, a Sérvia já não tinha mais forças para reverter a situação que se colocou no jogo. Os reservas americanos entraram na partida e mantiveram a diferença no placar, vencendo o jogo por 96 a 66.

Com o resultado, esse é o terceiro ouro olímpico seguido conquistado pelos Yankees. Já a Sérvia teve de se contentar com a prata. E a Espanha, que em um jogo bem emocionante venceu a Austrália por 89 a 88, conquistou a medalha de bronze.

Continue Reading
Clique para deixar seu comentário

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

P