Siga Nossas Redes Sociais

Futebol

Em jogo com pouca inspiração, Ceilândia perde 100% de aproveitamento

Escrito em

Créditos: Alan Rones/ Ascom Ceilândia

Na Vila Planalto, Taguatinga e Ceilândia empataram por 0x0. O resultado não foi bom para o time da casa, que vê cada vez mais suas chances de classificação de fase diminuírem. Já o Gato Preto, apesar de ter perdido seu aproveitamento perfeito, encaminhou mais ainda sua passagem para a próxima etapa do Candangão BRB 2022.

Na próxima partida, o TEC enfrenta, no Serra do Lago, o Santa Maria, domingo (13), às 10:30. Já o líder do campeonato, joga fora de casa, no Abadião, contra o Brasiliense, sábado (12), às 16h.

Jogo

O primeiro tempo da partida começou com o TEC com mais posse de bola. Os donos da casa dominavam amplamente a “pelota”. Luiz Carlos Prima mudou o ataque do time e resolveu deixar o trio ofensivo mais leve e técnico, com o meia Wisman na posição de centroavante.

Apesar de muita posse, o Taguá não transformava isso em chances de gol. Para equilibrar o confronto, Adelson de Almeida adiantou suas linhas de marcação e pressionou a saída de bola do adversário. O Gato Preto começou a gostar do jogo.

Aos 27’, Henrique arriscou mas Léo fez boa defesa e salvou o líder do torneio. Mesmo com o lance de perigo, o Ceilândia não se assustou. A equipe atacava bastante pelo lado direito com o lateral Crystian e, justamente, por lá, aos 39’, em falta cobrada, a bola ficou pingando na área do adversário e sobrou para Vidal, que mandou no travessão.

Alan Rones/ Ascom Ceilândia

Após escapar de levar o primeiro gol, o Taguatinga respondeu. Aos 46’, Luan roubou a bola, avançou para o ataque e deixou Wisman na cara do gol. O centroavante improvisado bateu e a bola passou rente à trave direita do goleiro.

Precisando do resultado, o Taguá voltou com Wesley no lugar de Henrique. Com a substituição, a equipe se animou e ensaiou uma pressão contra os líderes do Candangão. Aos 11’, Wisman arriscou de bicicleta e a bola passou muito perto do gol.

Com o tempo passando, o que se percebia era que o jogo não era bom, apesar de não ser uma partida faltosa, poucas chances eram criadas, as equipes não apresentavam muita inspiração.

Aos 29’, Tarta tentou tirar o zero do placar. O camisa 8 cobrou falta pela direita e a bola surpreendeu Lucas, que esperava um cruzamento. Mesmo com dificuldades, o goleiro realizou bela defesa.

O duelo chegou a ficar mais aberto no final. O Taguá, que precisava do resultado, melhorou seu desempenho, mas não foi suficiente, e o empate persistiu.

CAMPEONATO CANDANGO – 1ª FASE – 6ª RODADA
TAGUATINGA 0-0 CEILÂNDIA
09.02.22 – ESTÁDIO DEFELÊ – VILA PLANALTO/DF

TAGUATINGA

Lucas; João Pedro; Somália; Daniel Felipe; Evanilson; Vena; Foguinho (Felipe); Luan; Henrique (Wesley); Wisman; Itamar (Kanté)

Técnico: Luiz Carlos Prima

CEILÂNDIA

Léo Unamuzaga; Crystian; Vidal; Fernando Gomes; China; Werick (Gabriel Henrique); Fernandinho (Hyuri); Tarta; Cabralzinho (Dogão); Gabriel Pedra (Tchelé); Mirandinha (Romarinho)

Técnico: Adelson de Almeida

Continue Reading
P