Siga Nossas Redes Sociais

Copa do Mundo Sub-17

De auxiliar a campeão do mundo: Dalla Déa ressalta conquista e espera que jogadores não saiam do Brasil

Escrito em

Quem acompanhou a ótima trajetória da equipe de Guilherme Dalla Déa no Mundial Sub-17, talvez não lembre de onde ele saiu. Ex-goleiro profissional, com carreira finalizada em 1991, formado em Educação Física, que ainda deseja seguir no futebol. Foi assim que o hoje técnico campeão do mundo seguiu sua vida até o dia em que se tornou vencedor do Mundial Sub-17.

De lá para cá, ele foi preparador de goleiros e técnico de escolinhas até chegar às categorias Sub-14 e Sub-15 do São Paulo, que o projetou para a Seleção Brasileira. Até 2017, Dalla Déa era técnico da Seleção Sub-15, onde conquistou um título Sul-Americano. No mesmo ano, o técnico passou a ocupar a função de auxiliar da Sub 17, onde esteve presente no último Mundial.

No comando da Seleção desde o final de 2018, Guilherme Dalla Déa conquistou, neste domingo (17), seu primeiro título expressivo com a equipe: a Copa do Mundo da categoria. Com uma campanha 100%, o Brasil teve altos e baixos na competição. Os primeiros jogos foram fáceis, todos com o mínimo de dois gols de diferença. Quando a competição começou a afunilar, a dificuldade começou a aparecer. Contra a França e contra o Chile, por exemplo, a equipe ganhou por um apertado 3 a 2.

Apesar dos sustos na reta final, as dificuldades não impediram a Seleção Brasileira de ser campeã invicta. Na coletiva pós-título, o técnico fez questão de ressaltar que, após essa conquista, os atletas foram elevados a outro patamar e que acredita que, no futuro, os jogadores não irão sair mais do país para jogar.

“Eles mudam sim de patamar, mas, principalmente, é manter a cabeça no lugar. Controlar as ansiedades, retornar aos seus clubes e mais uma vez fazer seu trabalho para retornar novamente à Seleção Brasileira. Esse patamar que eles têm que pensar”, conta.

“Mais uma vez fica claro para mim que o futebol brasileiro está caminhando sim em uma linha que, futuramente, a gente vai estar melhor como a gente já vem tornando. Tenho certeza que daqui uns anos esses atletas vão estar em um patamar enorme servindo seus clubes e, se deus quiser, não sairão mais do Brasil. Vão engrandecer ainda mais o futebol brasileiro”, completa.

Guilherme Dalla Déa

Em seguida, o técnico fez questão de dividir o título com todos os treinadores do Brasil, especialmente os da base, por saber o que esses profissionais passam. Dalla Déa mostrou mais do que nunca que a base vem forte

Continue Reading
Clique para deixar seu comentário

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

P