Siga Nossas Redes Sociais

Futebol

Ceilândia perde inúmeras chances, mas goleia Bolamense e vence a primeira

Escrito em

Na tarde quente deste domingo (3), no estádio Abadião, Ceilândia e Bolamense se enfrentaram pela terceira rodada do Candangão 2019. O time da casa não teve dificuldades e goleou o time visitante por 4×0. Resultado que poderia ter sido maior, se o mandante da partida não tivesse desperdiçado boas chances.

O ceilândia começou a partida com domínio das ações. Logo aos três minutos, Wallace tocou para Tatuí na entrada da área, mas o chute saiu no meio do gol. Aos cinco, após escanteio curto, Kabrine chutou, o goleiro Cléber espalmou e a zaga mandou para escanteio. Na cobrança a zaga tentou afastar o perigo e a bola foi para o gol, mas o goleiro, esperto no lance, salvou o que seria o primeiro tento do Gato Preto.

O time da casa continuou em cima. Aos sete minutos, em bola enfiada de Helinho para Gago, o volante cruzou, mas Wilker mandou para fora. Aos nove, Helinho bateu forte e com perigo, o goleiro fez bela defesa e mandou para escanteio.

A pressão deu resultado. Aos 10′ da primeira etapa, David Dener tocou de cabeça, Wallace entrou sozinho na área e só teve o trabalho de tocar na saída do goleiro. Foi o primeiro gol do Ceilândia.

Depois do gol sofrido, o Bolamense acordou na partida. Aos 12 minutos, em falta perigosa na entrada da área, Reis bateu forte mas a bola explodiu na barreira. Aos 21′, depois de escanteio cobrado, a bola sobrou para Davi, que chutou no canto e obrigou o goleiro Vinícius a fazer boa defesa.

Depois de duas boas chances dos visitantes, o Ceilândia incomodou de novo. Aos 28′, em boa troca de passes entre Wallace e Tatuí, a bola chegou em Kabrine, que ajeitou e bateu cruzado. A bola ainda desviou na defesa antes de ir para escanteio.

No fim da primeira etapa, pressão total do Gato Preto em busca do segundo gol. Aos 42′, um lance inacreditável. Após tabela de Wallace e David Dener, o primeiro levou bola no fundo e rolou para Wilker, que sozinho dentro da pequena área conseguiu chutar à direita do gol, perdendo uma chance incrível.

Para fechar a primeira metade de jogo, aos 45 minutos veio o segundo gol do Ceilândia. Em bola lançada na área, depois de um bate-rebate da zaga visitante, ela sobrou limpa para David Dener, que ainda precisou chutar duas vezes para marcar o segundo dos donos da casa.

Assim como o primeiro, o segundo tempo foi todo do Gato Preto, o Bolamense apenas se defendeu. Aos cinco minutos, Kabrine levou pelo meio e tentou chute direto de fora da área, raspando a trave esquerda. Aos oito, foi a vez de Wallace perder mais uma chance. Em bola enfiada de Tatuí para Wilker na ponta direita, o jogador cruzou na segunda trave e, sem goleiro, o camisa 11 conseguiu bater para fora.

Aos 22′, depois de boa bola enfiada, Wilker – de novo ele, entrou sozinho na área, cara a cara com o goleiro, mas chutou para fora. Foi mais um gol perdido pelo camisa 10 do Ceilândia. Aos 29 minutos, o árbitro assinalou pênalti a favor do time da casa. Augusto, volante do Bolamense puxou Cocada, capitão do Gato Preto. Na cobrança, Kabrine bateu forte no meio do gol, marcando o terceiro.

O Ceilândia ainda queria mais. Formiga, que entrou na vaga de Tatuí, ele driblou dois jogadores e tocou para Gabriel, que, na marca do pênalti, soltou uma bomba na trave esquerda.

Aos 47 minutos, o último gol da partida. Wilker recebeu sozinho na direita, cruzou para Gabriel, também sozinho dentro da área. O atacante só teve a missão de tirar de Cléber e marcar o gol que selou a vitória dos donos da casa. Fim de jogo: Ceilândia 4×0 Bolamense.

O Ceilândia volta a campo já nesta quarta (6) contra o Capital, no estádio Mané Garrincha, às 20h em partida adiada da segunda rodada. O Bolamense só joga no sábado (9). O adversário é o Sobradinho e o jogo acontece às 16h30, novamente no estádio Abadião.

CANDANGÃO 2019 – 3ª RODADA

CEILÂNDIA  X BOLAMENSE

ABADIÃO – CEILÂNDIA-DF

Público: 81 pagantes

Renda: R$ 810

Árbitro: Christiano Gayo

Assistentes 1 e 2: Muller Aniceto e Robson Barbosa

Cartões amarelos: Ronaldo (Ceilândia); Rafael e Davi (Bolamense)

Cartão vermelho:

Gol: Wallace, aos 10 minutos do primeiro tempo. David Dener, aos 45 minutos do primeiro tempo. Kabrine, aos 29 minutos do segundo tempo. Gabriel, aos 46 minutos do segundo tempo.

CEILÂNDIA

Vinícius; Ronaldo, Cocada, Felipe Marcelino, Kabrine; Helinho, Gago, Wilker; Tatuí (Formiga), David Dener (Caio Cesar), Wallace (Gabriel).

Técnico: Jairo Araújo.

BOLAMENSE

Cléber; Rafael (Edson Miguel), Davi, Yuri, Lázaro (Igor); Augusto, Reis, Kattah; Vitinho, Yuri Jesus (Alessandro), Michel.

Técnico: Paulo César Alencar.

Continue Reading
Clique para deixar seu comentário

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

P