Siga Nossas Redes Sociais

Basquete

Com argentino inspirado, Corinthians vence Brasília nos últimos segundos de jogo

Escrito em

Foto: Thiago Araújo/Agência EB

No ginásio Nilson Nelson, na noite desta terça-feira (08), o Corinthians venceu o Brasília por 91 x 89. Num confronto emocionante e com muitas viradas, os paulistas conseguiram uma importante vitória para a moral do time. O alvinegro paulista agora volta a figurar entre os classificados para os playoffs da NBB. Já o time da capital federal amargou sua vigésima primeira derrota no campeonato e permanece na última posição da tabela.

O quinteto inicial do time da casa eram Zach; Fischer; Gemerson; João Pedro e Thomas, com o comando de Régis Marrelli. Já o Corinthians veio, sob a batuta de Leonardo Alves, com Figueredo; Pedro Nunes; Carbonari; Siewert e Miller.

O primeiro quarto começou disputado, o jogo era lá e cá. Pelo lado do Brasília, João Pedro estava bem no ataque, mas deixou a desejar cometendo alguns erros e quem aproveitou a falta de atenção do camisa 15 foi Carbonari, que estava muito bem no garrafão. Faltando dois minutos e meio o time da capital passou a frente mas não segurou a vantagem. Tudo empatado 23×23.

A equipe de Régis Marrelli voltou bem pilhada pro segundo tempo, alguns até demais. Com poucos minutos, Gemerson já tinha cometido duas faltas e teve que ser substituído rapidamente por Marrelli para não ser expulso do duelo. Gustavo Basílio, que começou no banco, voltou bem ajudando com cestas e roubadas de bola. Ainda assim, o jogo era muito disputado e ninguém conseguia despontar no placar. Até que Thomas, em bola de três, fez os Lobos abrirem seis pontos de vantagem contra os paulistas.

Zach e Arthur também se destacando e chegaram a aumentar a vantagem do Brasília Basquete para nove pontos. O time do Parque São Jorge pecava nos passes, o que fazia a equipe perder boas chances de virar bolas importantes para correr atrás do prejuízo. No fim a vantagem subiu um ponto, 47×40 para os brasilienses.

À frente do placar, os comandados de Marrelli voltaram do intervalo no mesmo ritmo e mantiveram a liderança do jogo. Mas o Corinthians não desanimou e foi pra reação, faltando pouco mais de cinco minutos, os paulistas baixaram a diferença no marcador para apenas um ponto.

A partir daí, o confronto voltou a ficar aberto, com as equipes alternando a ponta do placar, mais uma vez ninguém conseguia abrir, chegando inclusive o jogo ficar empatado em 62×62. Com isso, o duelo foi ficando nervoso. Faltando um minuto e meio, o técnico do Brasília foi expulso da partida após cometer duas faltas técnicas. Mais um quarto empatado 66×66.

Com o jogo totalmente indefinido, as equipes fizeram um último tempo de tirar o fôlego. Porém os paulistas começaram melhor e passaram a frente. Figueredo conseguiu duas bolas de três logo no começo do quarto e abriu uma pequena gordura. O jogo era emocionante, mas o que mais se via eram erros de ambas as partes.

Quando os candangos começaram a ensaiar uma reação, o armador argentino Figueredo virou mais uma de três. Após o pedido de tempo, Gemerson respondeu com outra bola de três, e assim o empate persistia. Com sete segundos restantes e o jogo empatado, Figueredo, o destaque do jogo, resolveu a parada. Fim de jogo e vitória do Timão por 91×89.

O que está por vir

Na próxima rodada, os Lobos tem um confronto dificílimo, fora de casa, contra o segundo colocado, Minas Basquete, na sexta (11), às 19h. Já o Timão, joga em casa contra o Basquete Cearense, no sábado (12), às 16h10.

Continue Reading
P