De Goiânia/GO – Na manha deste domingo (03), a seleção brasileira encerrou a participação na segunda semana da Liga das Nações em Goiânia. O adversário foi a seleção americana, e os brasileiros venceram o clássico mundial por três sets a dois, com parciais de 21×25, 20×25, 25×19, 25×20 e 20×18. Com o resultado, o Brasil chega a 15 pontos na competição e divide a liderança do Liga das Nações com a seleção polonesa.

Da equipe que iniciou a vitória frente ao Japão, o técnico Renan Dal Zotto fez uma alteração, trocando Douglas Souza por Mauricio Borges. Iniciaram a partida: o levantador Bruno, oposto Wallace, os ponteiros Mauricio Borges e Lipe, os centrais Lucão e Mauricio Souza e o líbero Murilo.

Jogando numa lotada Goiânia Arena, o publico de 11.306 torcedores foi o recorde de público na atual edição da Liga das Nações. A seleção brasileira começou a partida sofrendo muita pressão dos americanos, principalmente no bloqueio e saiu em desvantagem, perdendo os dois primeiros sets. Mas com as entradas de Isac e Willian na partida, o Brasil voltou no melhor nos terceiro e quarto sets e levou a partida para tiebreak. No set decisivo, o equilíbrio tomou conta e nenhuma equipe conseguiu abrir no placar. No final, com um ace de Isac o Brasil fez 20×18 e venceu a partida.

Brasil vence Estados Unidos por 3x0 e segue na liderança da Liga das Nações de Vôlei Masculino - Foto: Wander Roberto/Inovafoto/CBV
Brasil vence Estados Unidos por 3×2 e segue na liderança da Liga das Nações de Vôlei Masculino – Foto: Wander Roberto/Inovafoto/CBV

O JOGO
No primeiro set, os americanos começaram melhor e abriram 4×2 após um ponto de saque e outro de bloqueio. A seleção brasileira chegou ao primeiro tempo técnico perdendo por 8×6 e conseguiu chegar ao empate em 11×11 depois de um ponto de bloqueio de Lucão. Os americanos voltaram a abrir uma vantagem em 15×12 depois de um ace e um erro de ataque de Mauricio Borges. A seleção brasileira chegou ao empate em 16×16 depois de um ataque de Wallace. Os americanos foram mais consistentes durante todo o set e venceram a parcial por 25×21, abrindo um set a zero na partida.

No segundo set, a seleção americana continuou impondo o jogo e abriu 3×0 no começo do set. A seleção brasileira viu os visitantes abrirem 7×2 e ensaiou uma reação depois de um ponto de bloqueio e outro de saque, diminuindo a diferença para 8×5. O técnico Renan Dal Zotto promoveu duas alterações durante o set; entraram Isac e Willian e saíram Mauricio Souza e Bruno. As mudanças não surtiram efeito, e a seleção brasileira viu os americanos vencerem a parcial por 25×20 e abrir dois sets a zero no jogo.

No terceiro set, após as mudanças feitas ainda no segundo set, o Brasil voltou diferente e conseguiu chegar ao primeiro tempo técnico vencendo por 8×5. A seleção brasileira continuou com dificuldades na recepção do saque americano e viu a diferença cair em 13×11, obrigando o treinador brasileiro a pedir tempo. Após a parada o Brasil voltou melhor e conseguiu ampliar a vantagem e chegar à segunda parada técnica em vantagem de 16×12. A seleção brasileira aproveitou o bom momento para fechar o set por 25×18 e se manter viva na partida.

No quarto set, foi a primeira vez na partida em que nenhuma equipe conseguiu abrir uma diferença no inicio da parcial. Os dois times ficaram trocando pontos até o 4×4, quando Wallace teve uma boa passagem no saque e o Brasil abriu 6×4. Os norte americanos logo empataram a partida em 6×6. As duas equipes continuaram muito parelhas até o segundo tempo técnico quando a seleção brasileira abriu 16×13. Com uma boa vantagem, o Brasil conseguiu fechar o quarto set por 25×20 e levar a partida para o tiebreak.

No tiebreak, a seleção brasileira começou melhor e abriu 4×2. A vantagem de dois pontos continuou até a troca de quadra no 8×5, quando os americanos conseguiram empatar a partida em 9×9. Com o set equilibrado, o ultimo set foi decidido no detalhe, já que chegou no 14×14, a seleção brasileira fechou a partida em 20×18 após um ace de Isac e venceu a partida de virada por três sets a dois.

Dante recebeu homenagem após deixar a seleção brasileira - Foto: Wander Roberto/Inovafoto/CBV
Dante recebeu homenagem após deixar a seleção brasileira – Foto: Wander Roberto/Inovafoto/CBV

Homenagem
No intervalo do segundo para o terceiro set, o agora ex-jogador Dante foi homenageado pela Confederação Brasileira de Voleibol. O campeão olímpico e tricampeão mundial com a seleção brasileira se aposentou no final da ultima temporada da Superliga onde jogou por Taubaté.

Na próxima semana, a seleção brasileira embarca pra Rússia onde enfrenta os donos da casa, a seleção do Irã e seleção da China nos dias 08, 09 e 10 de junho.

Compartilhar