O Brasiliense não tomou conhecimento do Ceilândia, na tarde desta quarta-feira, no estádio Serejão, em Taguatinga. O Jacaré aplicou 5×0 no Gato Preto, e agora ocupa a terceira posição do Candangão, atrás de Gama e Real Brasília. O time amarelo chega a incríveis treze gols em dois jogos. Enquanto isso, o Ceilândia segue sem marcar.

Por incrível que pareça, o Ceilândia começou bem a partida e, quando o jogo ainda estava 0x0, teve um pênalti a seu favor. Gabriel aproveitou bobeira da zaga do Brasiliense e dividiu bola com Edmar Sucuri, que deu um rapa no atacante da equipe visitante. Na cobrança, Paulinho fez uma cobrança pífia e Sucuri só caiu no canto para fazer a defesa, sem dar rebote. 

Aos 28 minutos, a equipe amarela abriu o placar. Gleissinho bateu escanteio com perfeição na cabeça de Bruno Oliveira, que fez o primeiro do Jacaré, sem dar chances para Kekey. O Brasiliense só voltou a balançar o barbante na segunda etapa.O homem do escanteio, mais uma fez cruzamento perfeito, agora para Manoel cabecear firme para o gol, na marca dos seis minutos do segundo tempo.

Logo depois, aos 12, o camisa 9 fez seu segundo gol no jogo. Após belo lançamento, ele tocou na saída do goleiro. Aos 25, o mesmo centroavante foi derrubado na área em jogada aérea do Jacaré e o pênalti foi assinalado. Na batida, Marcos Aurélio deslocou com facilidade o goleiro do Gato Preto e aumentou a vantagem. Com 38 minutos, foi a vez de Neto Baiano desencantar. Depois de uma bobeira clamorosa da defesa do Ceilândia, o veterano roubou a bola e chutou para o fundo das redes, fechando o placar na Boca do Jacaré.

Ficha Técnica

CAMPEONATO CANDANGO – 3° RODADA 

Brasiliense 5×0 Ceilândia

Arbitragem: Maguielson Lima

Assistente 1: Kleber Alves

Assistente 2: Josielton Silva

Quarto árbitro: Pedro Catt

Gols: Bruno Oliveira (28´1°T), Manoel (6´2°T e 12´2°T), Marcos Aurélio (25´2°T) e Neto Baiano (38´2°T). 

Cartões Amarelos: Brasiliense (Edmar Sucuri e Esquerdinha); Ceilândia (Evandro e Bocão)

BRASILIENSE

Edmar Sucuri; Alex Murici (Carlinhos), Badihuga, Bruno Oliveira, Gleissinho; Aldo (Romário), Peninha, Marcos Aurélio, Esquerdinha, Romarinho; Manoel. 

Técnico: Mauro Fernandes.

CEILÂNDIA

Kekey; Jonatan, Felipe, Rogério, Felipe Alves; Halyver, Evandro, Gabriel (Carlos Eduardo), Bocão (Daniel Vargas); Paulinho e Alex (Vini). 

Técnico: Gauchinho.