Siga Nossas Redes Sociais

Futebol

Ex-senador rouba a cena no clássico

Escrito em

Em um local inédito para a realização de um clássico do Distrito Federal, o estádio Abadião em Ceilândia, o Brasiliense recebeu o Gama e venceu por 1×0. O gol foi marcado por Gilvan, de cabeça, aos 41 minutos do segundo tempo. Foi a 19ª vitória do Brasiliense sobre o Gama, na história dos dois times (clique aqui e saiba mais).

Durante a semana que antecedeu o clássico, as discussões foram por conta do local do jogo, já que o homem forte do Brasiliense, o ex-senador Luiz Estevão, não concordou com a mudança da partida para o estádio Nacional Mané Garrincha, um estádio de Copa do Mundo. Os órgãos de segurança do Distrito Federal chegaram a vetar a realização da partida no Abadião, tudo por questões de segurança.

Mas uma visita do vice-Governador do Distrito Federal, Renato Santana, com representantes do Governo e da Polícia Militar, fez com que a partida fosse realizada no Abadião para um público de 1.759 torcedores. Parte da imprensa candanga teve de trabalhar em um local que foi instalado improvisadamente para o jogo deste sábado.

Foto: Douglas Oliveira/Sociedade Esportiva do Gama

Foto: Douglas Oliveira/Sociedade Esportiva do Gama

Mas ao final da partida, quando os jogadores do Brasiliense comemoravam em campo a vitória sobre o arquirrival Gama, os torcedores do alviverde começaram a gritar contra o mandatário do Brasiliense.

Em resposta, o dirigente tirou a camisa e fez gestos obscenos em direção ao torcedor gamense, fato que poderia até mesmo provocado uma situação de violência no estádio Abadião. Vale lembrar que Estevão repetiu gestos já feitos em clássicos anteriores.

Natural de Pelotas/RS, Sérgio Porto é jornalista com passagem pelas rádios Planalto AM, Clube AM, Nossa FM, Jovem Pan Brasil e DF10, parceira da Esportes Brasília. Também atua como repórter freelancer em diversas emissoras de rádio do país.

Continue Reading
Clique para deixar seu comentário

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

P