Siga Nossas Redes Sociais

Futebol

Ceilândia e Gama ficam no empate

Escrito em

Ceilândia e Gama fizeram o jogo dos invictos no Abadião, em partida válida pela quinta rodada do Candangão 2016. O resultado final de 0x0 fez os dois continuarem sem perder no Candangão 2016, porém, um pouco mais distantes do aproveitamento ideal por parte do gato preto e com possibilidade de perder a liderança por parte do periquito.

O jogo
Nos 20 primeiros minutos, apesar de maior posse de bola do Gama, quem mais levou perigo ao gol adversário foi o Ceilândia. Um lance de perigo aos três minutos, quando Clécio cruza pro meio da área, mas Cassius não alcança. Em escanteio aos nove, Liel testa pra baixo e a bola passa bem perto da trave. No restante do primeiro tempo, o time mandante igualou na posse de bola, mas também no nível das finalizações pra gol.

No intervalo, o técnico gamense Amedeo Mangone fez duas alterações de efeito instantâneo, mas também pouco duradouro. Já no primeiro minuto da segunda etapa, o Gama finaliza duas vezes com perigo. No primeiro lance, Grampola chuta e a bola vai próximo à trave esquerda. No lance de escanteio proveniente desse lance, Fabio Gama chuta de fora área e a bola passa por cima do travessão. A partir de então, o jogo volta para o mesmo ritmo morno, com poucas trocas de passes e muitas finalizações sem destino.

Aos 20 minutos, um lance que gerou muita polêmica. Grampola cai na área após dividida com o zagueiro ceilandense, mas o árbitro Rodrigo Raposo não marca penalidade máxima.

Minutos depois, o técnico do Gama realiza a última alteração da partida, sacando Fábio Gama e colocando Zé Augusto, que entra mais recuado que o antecessor e não muda muito no contexto da equipe que, pelo contrário, passa a criar menos em campo.

Em uma das poucas chances em que chegou ao ataque, Cassius quase marcou para o Ceilândia - Foto: ceilandiaec.com.br

Em uma das poucas chances em que chegou ao ataque, Cassius quase marcou para o Ceilândia – Foto: ceilandiaec.com.br

Adelson de Almeida reage à mudança adversária, fazendo as três alterações ao mesmo tempo, o que deixou o Ceilândia ainda mais confuso no ataque, apenas se segurando na defesa.

Em bate-rebate na área, aos 39, a bola sobra sem goleiro para Grampola, que bate prensado com os defensores do Ceilândia, perdendo a melhor chance da partida. Seis minutos depois, o árbitro Rodrigo Raposo apita o fim da partida e confirma o placar em 0x0.

Na próxima rodada, o Ceilândia enfrenta o Brasília, no Mané Garrincha. Já o Gama realiza o clássico verde-amarelo do Centro-Oeste, ao receber o Brasiliense.

CAMPEONATO BRASILIENSE – 5ª RODADA
CEILÂNDIA 0-0 GAMA

Público: 1.039 pagantes
Renda: R$ 7.825,00
Cartões Amarelos: Filipe Cirne (Ceilândia); Rafinha (Gama)

CEILÂNDIA:
Léo; Dudu Lopes (Wisman), Badhuga, Wallace e Sandro; Mário Henrique (Vinícius), Didão, Liel, Clécio e Filipe Cirne; Cassius (Romarinho).
Técnico: Adelson de Almeida

GAMA:
Pereira; Dudu Gago, Rafinha, Lucas e João Paulo; Eduardo, Abuda (Tiago Gaúcho) e Fábio Gama (Zé Augusto); Héricles, Rafael Grampola e Raone (Formiga).
Técnico: Amedeo Mangone

Continue Reading
Clique para deixar seu comentário

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

P