Após a revelação pela Esportes Brasília do processo impetrado pelo TJD/DF, sobre um possível caso de homofobia no jogo contra o CFZ Brasília, e depois de ser absolvido pelos auditores do Tribunal, o Cruzeiro se manifestou oficialmente sobre a situação.

A assessoria de imprensa do clube, por meio das redes sociais oficiais do time, divulgou uma nota sobre o caso no início da tarde desta quarta-feira (02).

“Intolerância ou discriminação de qualquer origem, aqui não cabe”, afirmou Ivani Alves da Silva, o Nyto, presidente do Cruzeiro. “Aqui convivemos diariamente com diferenças substanciais, respeitando o ser legítimo que cada um é”, completa a nota.

O Cruzeiro volta a campo no próximo sábado (05), quando enfrenta o Legião, no estádio Serra do Lago, às 11h. O time é o sexto colocado da Segundinha 2019, com nove pontos ganhos.