Siga Nossas Redes Sociais

Vôlei

Brasília Vôlei sai na frente, mas perde para o Rio de Janeiro

Escrito em

Fonte: Ponto Marketing Esportivo

No Rio de Janeiro, o Rexona/AdeS confirmou o favoritismo e venceu o Brasília Vôlei por 3 sets a 1. O confronto ocorreu no Tijuca Tênis Clube e foi válido pela 6ª rodada da Superliga. As parciais foram: 24×26, 25×11, 25×20 e 25×15.

No primeiro set, o Rexona/AdeS começou abrindo o placar num ataque para fora de Paula Pequeno, que logo empatou e virou cravando duas bolas seguidas. As cariocas empataram em 3×3 com um ótimo bloqueio de Carol na Amanda. Melhor no saque, principalmente com Sara, o time de Brasília seguia bem no jogo. A vantagem foi ampliada por Amanda no meio da rede após a má recepção das comandadas por Bernardinho (5×11). No momento em que o saque entrava, o bloqueio do Brasília Vôlei também crescia com um bom volume de jogo (12×16). Macrís com uma mão apenas entregou para Sara que aumentou ainda mais a vantagem (16×20). O equilíbrio voltou na hora da decisão com Natália atacando bem, mas Paula Pequeno em bloqueio simples fechou em 24×26.

O segundo set começou com o Brasília melhor novamente, mas não durou muito. Paula e Vivian castigavam a defesa do Rexona/AdeS, mas rapidamente as mandantes se recuperaram, virando com boa atuação da levantadora americana Courtney, que distribuía boas bolas para Mayhara e Gabi (8×4). A recepção do time de Brasília não conseguia parar os saques do Rexona, que aumentava a distância no marcador (21×9). Gabi finalizou o set em 25×11.

No terceiro set quem iniciou superior foi o Rexona. Nati era muito acionada pela levantadora americana e conseguia converter as jogadas (6×3). O Brasília voltou ao jogo com um ataque de Paula pelo meio e em seguida acertou outro bloqueio simples. A reação das mandantes foi imediata e rapidamente abriram seis pontos. A linha de passe não se encaixou mesmo com Macrís fazendo um bom ace, terminou 25×20.

O set decisivo foi comandado pelo Rexona que de cara abriu três pontos (4×1). Manu Arnaut optou então por tirar Amanda e colocar a ponteira Kasiely, deu certo e o Brasília Vôlei equilibrou em 5×4. As atacantes Gabi e Natália eram a mais procuradas em quadra, assim como a oposta Monique Pavão, que no final levou o troféu VivaVôlei. A boa atuação da levantadora Courtney ajudava e o Rexona finalizou a partida em 3 sets a 1 com a última parcial em 25×15.

A central Natália que jogou no lugar de Roberta comenta o desempenho do grupo. “Perdemos porque não soubemos aproveitar a situação favorável. Erramos bastante e deixamos os erros nos tirar do jogo, mas em momento algum desistimos de buscar o resultado. Agora é focar no jogo de quinta-feira contra o Bauru”, afirma.

Para Paula Pequeno os erros fizeram toda a diferença. “Entramos muito forte e bem concentradas. Jogamos à frente no placar e soubemos jogar a responsabilidade para o Rexona no primeiro set. Já nos seguintes cometemos muitos erros de saque e elas já adaptadas ao Ginásio conseguiram forçar bem o saque quebrando nosso passe. A qualidade então caiu em todos os fundamentos e sabemos que em um jogo desse porte é preciso muita consistência”, conclui.

Próximo jogo
De acordo com mudanças da Confederação Brasileira de Vôlei, o próximo compromisso do Brasília Vôlei será na próxima quinta-feira (3) contra o Concilig/Vôlei Bauru, às 21h30, e não na sexta-feira (4), às 20h, como consta na tabela oficial. A partida acontecerá no Ginásio do SESI/Taguatinga. Os ingressos já estão à venda na Bilheteria do SESI e custam R$ 30,00 a inteira e R$ 15,00 a meia.

Continue Reading
Clique para deixar seu comentário

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

P