Siga Nossas Redes Sociais

Rio 2016

Brasil perde para os EUA no basquete feminino e está fora das Paralimpíadas

Escrito em

Fonte: Agência Brasil

A seleção brasileira feminina de basquete em cadeira de rodas se despediu nesta terça-feira (13) da Paralimpíada do Rio de Janeiro com uma derrota para os Estados Unidos por 66 a 35, pelas quartas de final da competição. Apesar da derrota, a seleção mostrou qualidade, sobretudo nas trocas rápidas de passes. A torcida apoiou o time até o fim, apesar do placar adverso, vibrando a cada cesta e a cada erro de arremesso norte-americano.

“A gente começou meio abatida, mas com a força da equipe, apoio de todo mundo, a gente conseguiu se reerguer e correr atrás do resultado. Infelizmente não conseguimos ganhar, mas só por termos ido atrás já foi uma vitória. A sensação é de dever cumprido. Queríamos uma medalha, uma posição bacana, mas, na medida do possível,  saímos felizes”, disse a camisa 11 da seleção, Geisa Vieira.

O primeiro quarto foi todo dos Estados Unidos. O Brasil errava muitas cestas de curta distância, debaixo do aro. Já as americanas aproveitavam todas as oportunidades que tinham e logo abriram larga vantagem. No segundo quarto, as brasileiras foram mais precisas nos arremessos e melhoraram o desempenho, mas as adversárias continuavam não errando. Ao final do primeiro tempo, o placar marcava 35 a 13 para as norte-americanas.

O segundo tempo mostrou um Brasil mais guerreiro e preciso. Roubadas de bola, arremessos de longe e de perto passaram a ser convertidos. A cada cesta brasileira, a arquibancada comemorava como um gol. Do lado americano, os erros começaram a aparecer. As bolas já não eram tão certeiras e o jogo duro do Brasil equilibrou as ações. No terceiro quarto o Brasil marcou 10 pontos e as americanas 11.

O último quarto continuou equilibrado, mas o começo ruim das brasileiras cobrou seu preço. No final, 66 a 35 para os Estados Unidos, mas não ficou nenhum sabor de derrota. A raça e determinação mostradas pelas brasileiras foram devidamente recompensadas. Muito aplaudidas pelo público, as brasileiras deixaram a Arena Olímpica do Rio com a sensação de dever cumprido.

Continue Reading
Clique para deixar seu comentário

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

P