Siga Nossas Redes Sociais

Futebol

Sem vencer o rival desde 2018, Ceilândia trabalha de olho no Brasiliense

Escrito em

Foto: Philipe Moreira/Agência EB

O Ceilândia, que é comandado pelo técnico Adelson de Almeida, deixou o G4 do grupo A5 da série D, após perder para o Iporá/GO por 2 a 1, no interior goiano. Com 11 pontos ganhos, o gato Ceilândia ocupa a sexta posição do grupo. Foram nove jogos, com três vitórias, dois empates e quatro derrotas. A equipe marcou oito vezes e sofreu oito gols. São três derrotas consecutivas e cinco jogos sem vencer.  

Para buscar a reabilitação, o adversário será o arquirrival Brasiliense, clube que o Ceilândia enfrentou por seis vezes este ano e não conseguiu vencer nenhuma vez. A última vitória do Ceilândia sobre o Brasiliense foi em 2018. Pela série D deste ano, vitória do Brasiliense por 2 a 1. Marcão e Keynan marcaram para o Brasiliense e Roberto Pitio fez para o Ceilandia.

Gago marca o gol da vitória do Ceilândia frente ao Brasiliense no Abadião. Última vitória foi em 2018 – Foto: Philipe Moreira/Agência EB

O sétimo confronto do ano ocorrerá neste sábado (18), às 15:30, no estádio Abadião, em Ceilândia, com transmissão da Esportes Brasília. A partida é válida pela 10ª rodada da primeira fase da série D.  

O grupo A5 tem duas equipes que praticamente colocaram a mão em duas das quatro vagas em disputa para a próxima fase. O Brasiliense e o Anápolis têm 22 pontos ganhos e estão a dez pontos do quinto colocado do grupo, o Iporá/GO, que está com 12 pontos ganhos.

Com isto, duas vagas estão em aberto para quatro equipes em disputa. São elas: Operário/MT, que tem 14 pontos ganhos, o Costa Rica/MS, com 13 pontos ganhos, o Iporá/GO, com 12 pontos ganhos, e o Ceilândia, que tem 11 pontos ganhos. 

O Gato Ceilândia tem uma verdadeira batalha daqui para frente. Enfrenta o Brasiliense no sábado, no Abadião. Depois vai visitar o Ação, em Varzea Grande/MT. Jogará mais uma vez em Varzea Grande, desta vez frente ao Operário/MT. Voltará ao DF para enfrentar o Grêmio Anápolis/GO e encerrará a participação nesta primeira fase da série D, fora de casa, diante do Costa Rica, no Mato Grosso do Sul.  

O técnico Adelson de Almeida não conta mais com os serviços do zagueiro Gabriel Vidal, de Thiago Magno e Wattimem. Em contrapartida, além do experiente Ferrugem, chegou o goleiro Fernandes (ex-Brasiliense). 

O confronto deste sábado terá arbitragem de Rafael Carlos Lima, de Alagoas, com os assistentes Leila Cruz e David Souza, com o quarto árbitro Luiz Paulo Aniceto, todos do Distrito Federal.  

Natural de Pelotas/RS, Sérgio Porto é jornalista com passagem pelas rádios Planalto AM, Clube AM, Nossa FM, Jovem Pan Brasil e DF10, parceira da Esportes Brasília. Também atua como repórter freelancer em diversas emissoras de rádio do país.

Continue Reading
P