Siga Nossas Redes Sociais

Futebol

Gama e Brasiliense fazem o pior clássico do ano e não saem do zero no Serejão

Escrito em

Foto: Hugo Barreto/Metropoles

Neste sábado (03), Brasiliense e Gama empataram em um jogo sem gols no Serejão. O clássico número 68 ficou marcado por diversas oportunidades perdidas por ambas as equipes. Com o resultado, o Jacaré acumula oito pontos em cinco jogos, enquanto o Periquito amarga a sexta colocação do grupo com cinco pontos.

O jogo

Em um primeiro tempo muito abaixo do esperado, as duas equipes começaram a partida errando muito. Aos 17, após jogada pela esquerda, Luquinhas achou Maicon Assis embaixo da trave, mas o camisa 11 foi atrapalhado pelo zagueiro Wendel, que conseguiu afastar para escanteio.

Dois minutos depois, foi a vez do Gama perder um gol praticamente feito. Germano achou Hugo Almeida dentro da pequena área com o goleiro Edmar Sucuri já batido e, mesmo assim, o atacante do Gama perdeu a oportunidade, colocando a bola para fora.

Pouco depois, o Brasiliense chegou com Luquinhas, que após uma tabela com Alan Mineiro, chutou e obrigou o goleiro Douglas a fazer uma boa defesa, a única do primeiro tempo.

Na primeira boa chegada do segundo tempo, Luquinhas recebeu de Alan Mineiro, cortou o zagueiro e tirou tinta da trave esquerda do Gama. Nos minutos seguintes, Douglas se colocou como um dos nomes da partida ao fazer duas boas defesas.

O Brasiliense esteve melhor durante a segunda etapa, mas não conseguiu converter a superioridade em gols. Com isso, os donos da casa perderam a oportunidade de voltar à liderança do grupo, mas seguem no G4 do grupo 5 da série D. Já o Periquito se garante na sexta colocação e precisará reencontrar o caminho das vitórias, que não alcança desde a estreia do campeonato contra o Jaraguá.

No próximo sábado (10), o Jacaré recebe a Aparecidense/GO, líder do grupo, enquanto o Gama viaja a Rondônia para enfrentar o Porto Velho.

CAMPEONATO BRASILEIRO SÉRIE D – PRIMEIRA FASE – 5ª RODADA
BRASILIENSE 0-0 GAMA
03.07.21 – ESTÁDIO SEREJÃO – TAGUATINGA/DF

Cartões Amarelos:
Carrilho, Elenilson, Felipe Menezes (Gama)

Brasiliense:
Edmar Sucuri, Diogo, Gustavo Henrique, Keynan, Peu, Aldo (Michel Platini), Zotti (Balotelli), Alan Mineiro (Bernardo), Maicon Assis (Jorge Henrique), Luquinhas, Victor Rangel (Peninha).
Técnico: Vilson Tadei

Gama:
Douglas, Gabriel (Elenilson), Vinicius, Wendel, Wallace, Gabiga, Vitinho (Vitor Xavier), Carrilho (Paulinho), Hugo Almeida, Felipe Menezes (Romarinho), Germano (Robertinho)
Técnico: Marcelo Caranhato

Continue Reading