Siga Nossas Redes Sociais

Copa do Mundo Sub-17

Brasil atropela Canadá na estreia da Copa do Mundo da FIFA Sub-17

Escrito em

Com facilidade, o Brasil venceu o Canadá por 4×1 na estreia da Copa do Mundo Sub-17. Nem mesmo as fortes chuvas que caíram na tarde deste sábado (26) no Gama assustou os torcedores. Eles foram responsáveis por completar a festa, vibrando a cada avanço do Brasil.

Quem foi ao estádio para ver Talles Magno, atleta do Vasco que já joga entre os profissionais, frustrou-se, mas não completamente. Se o camisa 11 não jogou o que se esperava dele, João Peglow, do Internacional, e Gabriel Veron, do Palmeiras, roubaram a cena e construíram o placar. Franklin, lateral do Canadá, também ajudou. 

O público demorou a entrar no estádio. As fortes chuvas que caíram nos arredores do estádio, atrasaram bastante os torcedores, que enfrentaram filas para acompanhar o espetáculo. Os últimos adeptos se acomodaram somente aos 40 minutos de jogo, quando o Brasil já ganhava de 1×0.

Restando pouco mais de 15 minutos para a bola rolar, o público ainda enchia as arquibancadas do Bezerrão – Foto: Agência EB

Dentro de campo, o Brasil foi logo tentando resolver a parada. Tanto que teve duas chances logo no início do jogo. Uma, Kouadio pegou bem. Na outra, Peglow fez boa jogada, mas não conseguiu colocar força na bola. Era um prelúdio do que o camisa 10, destaque do jogo, poderia fazer mais frente. 

Aliás, não sozinho. Yan Couto e Gabriel Verón ajudaram o jovem a base do Internacional a levar o Brasil à primeira Vitória na competição. E foi dessa triangulação que saiu o primeiro gol. O camisa 2 abriu para o palmeirense, que rolou para Peglow pegar de primeira e colocar a bola no fundo das redes. Era o primeiro gol do Brasil, a primeira mostra do que o trio poderia aprontar no jogo. 

Sem querer, Kaio Jorge deu assistência para o gol de Gabriel Verón, o quarto do Brasil no jogo. Foto: Thiago S. Araújo/Esportes Brasília

Com ampla superioridade, o Brasil foi ensaiando o segundo gol e, consequentemente, consagrando o goleiro adversário. Mesmo vacilando em bolas mais fracas, o arqueiro canadense voava bonito para evitar uma derrota maior de sua seleção.

Porém, ele nada pode fazer aos 45 minutos, quando Franklin jogou, pela primeira vez, para o Brasil. Patryck fez lindo lançamento para Veron, que cruzou em busca de Peglow. O camisa dois canadense tentou cortar e jogou contra o próprio patrimônio. Era o segundo gol do Brasil. 

Na volta do intervalo, os canarinhos continuaram em cima. Tanto que, com 27 segundos de jogo, veio o terceiro. Mais uma participação de Peglow e Franklin. Após cruzamento da direita de Yan Couto. O canadense-brasileiro tentou fazer o corte, mas a bola parou nos pés de Peglow, que só teve o trabalho de chutar forte e fazer o segundo dele, terceiro do Brasil, 3×0. 

Os donos da casa não tiraram o pé do acelerador. Mesmo com uma boa vantagem no placar, eles queriam mais. Após uma boa tentativa com Kaio Jorge, veio o quarto. Aos 11 minutos de jogo, o camisa 9 tentou pegar uma sobra de bicicleta, mas não foi tão feliz. Tão feliz porque a bola caiu para Veron ganhar na dividida da zaga e chutar na saída do goleiro. 

Com o placar dilatado e o jogo na mão, o Brasil tirou o pé do acelerador. Com isso, o Canadá foi ensaiando um reação e exigindo do goleiro Matheus  Donelli. Na primeira, Kerr recebeu no meio da área e chutou forte. O arqueiro brasileiro voou para fazer uma bonita defesa e manter suas redes intactas. Na segunda, Russel-Row recebeu cruzamento na cara do gol, mas não conseguiu dominar. Antes de perder a bola, o camisa 9 conseguiu rolar para Habibullah, que chutou de primeira para a boa defesa do camisa um brasileiro. 

Brasil e Canadá abriram a Copa do Mundo da FIFA Sub-17. Foto: Patricy Albuquerque/Esportes Brasília

Russel-Row queria mais. Ele, que entrou no segundo tempo, estava determinado a dar trabalho a zaga brasileira. Foi na insistência, e na sorte, que saiu o gol de honra doa canadenses. Ele recebeu de Habibullah e chutou forte para o gol, de fora da área. A bola desviou em Henri e enganou Donelli, 4×1 Brasil. 

E foi isso. Com um jogo muito ofensivo e sólido, o Brasil goleou o Canadá por 4×1, que segue sem vencer um jogo em mundiais sub17. 

Craque do jogo com dois gols, Peglow ressaltou o jogo ofensivo e a marcação em pressão do Brasil. “Todo o jogo a gente vai procurar jogar assim. A gente está jogando em casa”, falou . Principal jogador brasileiro no torneio, Talles Magno não conseguiu marcar. O que faltou, ao camisa 11? “Só a concentração na hora de finalizar. A gente criou muitas chances, eu tive oportunidades. É só caprichar mais, manter a tranquilidade que os gols vão sair”, disse.

FICHA TÉCNICA
COPA DO MUNDO SUB 17 – 1° RODADA – BRASIL 4×1 CANADÁ 
26/10/2019 – Estádio Bezerrão

Arbitro: Srdjan jovanovic (Servia)
Aux 1: Urus Stojkovic (Servia)
Aux 2: Milan Mihajlovic (Servia) 

Público presente: 11.468 presentes.

Cartões amarelos: Franklin, Goulbourne, Facchineri e Kerr (Canadá)
Cartão vermelho: não teve.

Gols: Peglow, aos 17 e Franklin (contra), aos 40 do primeiro tempo; Peglow, aos 27 segundos, e Verón, aos 11 do segundo tempo; Russel-Rowe, aos 40 minutos do segundo tempo.

BRASIL
Matheus Donelli; Yan Couto, Henri, Luan Patrick e Patryck; Daniel Cabral, Veron (Matheus Araújo), Talles Costa (Sandry) e Peglow; Kaio Jorge (Pedro Lucas) e Talles Magno.

CANADÁ
Kouadio; Franklin, Goulbourn, Pecile e Demian; Facchineri, Priso e Catavolo (Russel-Row); Nelson (Sean Rea), Kerr e Kane (Habibullah)

Gabriel Lima é jornalista e editor executivo da Esportes Brasília. Já cobriu uma Copa do Mundo da FIFA (2019).

Continue Reading
Clique para deixar seu comentário

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

P