Siga Nossas Redes Sociais

Futebol

Brasiliense joga mal, mas vence Iporá e fecha turno em primeiro

Escrito em


Foto: Breno Esaki/Metrópoles 

Brasiliense venceu o Iporá/GO por 1 a 0, neste domingo, no estádio Serejão, e ficou com a melhor campanha do primeiro turno do grupo A5 da Série D.

O Jacaré conquistou sua 5ª vitória na competição e alcançou 16 pontos no grupo. É a quarta melhor campanha da Série D, se considerarmos todos os grupos da competição.

Mesmo com os números positivos, o futebol desempenhado pela equipe comandada por Luís Carlos Winck no confronto contra o Iporá não foi nada convincente.

O jogo

O jogo teve pouquíssimas oportunidades, com os dois times com escassa criatividade para concluir em gol. Enquanto o Iporá buscava jogar no contra-ataque, tendo em vista os desfalques, o Brasiliense apostava todas as fichas em Joãozinho, destaque da partida pelo lado do Jacaré.

Foi por onde o camisa 11 jogava que ocorreram as principais chances de gol do Jacaré no primeiro tempo. Em uma delas, aos 9 minutos, Joãozinho conseguiu furar a barreira do Iporá com uma jogada individual, mas chutou forte e para cima do gol de Luis Felype.

O time treinado por Kiko Araújo, além de optar jogar no contra-ataque, apostou as fichas em eventuais jogadas de bola parada. Em duas ocasiões, no primeiro tempo, o lateral-esquerdo da equipe goiana, Danillo Ribeiro, colocou duas bolas no travessão após cobranças de escanteios, aos 13 e aos 44 da primeira etapa.

Segundo tempo

Já no segundo tempo, o esporte chamado futebol não foi tão valorizado pelas duas equipes. O Brasiliense, mesmo com algumas modificações, não apresentou nada convincente, o que deixou a torcida presente na Boca do Jacaré bastante impaciente. Já o Iporá, que havia somente 4 jogadores de linha no banco de reservas, esperava o Jacaré para, se possível, contra-atacar e trazer perigo à meta do goleiro Wagner.

Em uma das raras oportunidades de gol do Jacaré, aos 18, Tobinha conseguiu driblar o marcador adversário e, numa tentativa de cruzar na área, acabou chutando para o gol adversário. A bola explodiu no travessão.

Aos 28, João Santos, em uma cobrança de falta próximo ao gol do Iporá, chutou a bola que, novamente, explodiu no travessão.

O gol só foi sair ao fim do jogo, numa jogada confusa dentro da área do time goiano. Aos 42 do segundo tempo, após cobrança lateral de Netinho, Tobinha aproveitou a sobra, após disputa de Matheus Batista com a defesa adversária, e cabeceou para o gol, marcando para o Brasiliense.

Na próxima rodada, o Brasiliense visita o próprio Iporá, em Iporá/GO. A partida acontece na quarta-feira (12), às 15h, no Francisco Ferreira, o Ferreirão.

Brasiliense
Wagner; Caetano (Netinho), Igor Morais, Renan Dutra e PH (Márcio Duarte); Aldo, Kaio Nunes e Nenê Bonilha; Gui Mendes (Tobinha), Joãozinho (João santos) e Gabriel Pedra (Matheus Batista)
Técnico: Luís Carlos Winck

Iporá/GO
Luis Felype; Daniel Mendonça, Lucas Barboza, Dedé e Danillo Ribeiro; Bosco, Adriel e Auecione Filho (Felipe); Kenedy, Pedro Acácio (Carlos Eduardo) e Du Gaia (Diogo Tocantins).
Técnico: Kiko Araújo

É repórter do Correio Braziliense e atua como comentarista da Esportes Brasília desde maio de 2024.

P