Siga Nossas Redes Sociais

Futebol

Brasília faz história e representantes da capital federal avançam na Copinha 2020

Escrito em

O Distrito Federal segue muito bem representado na Copinha 2020. Isso porque Gama e Real, os dois representantes do quadradinho, se classificaram para o próxima fase da competição, algo até então inédito se tratando de times da capital federal.

Com a última rodada da fase de grupos chegando ao fim, os adversários das duas equipes equipes já são conhecidos. Os dois times garantiram a vaga na próxima fase após vitória no último da classificatória.

Real Brasília

O Leão do Cerrado talvez tenha enfrentado times mais tradicionais nessa primeira vez do que o Gama. E se saiu bem. Agora, o Real Brasília enfrenta a Chapecoense, recém rebaixada para a série B do Campeonato Brasileiro profissional.

Na estreia, enfrentou a forte equipe do Grêmio, que conta com dois atletas que foram campeões da Copa do Mundo sub-17 em 2018: Diego Rosa e Pedro Lucas. Considerando toda a pompa de time grande e com enorme diferença estrutural entre as duas equipes, o Real até que saiu bem – foi derrotado por 2×0.

A recuperação foi em grande estilo: goleada por 5×1 contra os donos da casa, o União Mogi. Neste momento, com três pontos, a equipe ainda estava sendo eliminada por conta do empate entre Grêmio e Juventus – que havia vencido no primeiro jogo.

O terceiro e derradeiro jogo teve um episódio mais tenso em relação aos outros jogos. Choveu forte e trovejou bastante em Mogi das Cruzes. A disputa ficou paralisada por mais 1h30. Mas quis o destino que, no retorno, o Real Brasília virasse o jogo e conquistasse a classificação.

Gama

O Periquito também enfrentou um time da série A do Campeonato Brasileiro. Perdeu, mas conseguiu se recuperar muito bem, venceu as outras duas partidas e se classificou. O adversário será o Tupi, primeiro colocado do grupo 13, que ainda tinha o Bahia na disputa.

Como falado acima, o Gama enfrentou o Athlético-PR, time que disputa a série A do Campeonato Brasileiro e que é o atual campeão da Copa do Brasil. Perdeu, é verdade, mas nem o placar de 2×0 foi suficente para acalmar a vontade de classificação do atual campeão candango.

Enfrentando o time da casa, o Gama soube se segurar muito bem e contou com o goleirão Marcos em dia inspirado. O arqueiro foi essencial para manter o empate e colocar o primeiro ponto na classificação para seu time.

No último, o time do DF sobrou. Muito por conta também de uma expulsão no time do Rio Claro. Danilo foi para o chuveiro mais cedo e facilitou o jogo para o Gama. O Periquito goleou por 5×2 e se garantiu para enfrentar o time mineiro.

Gabriel Lima é jornalista e editor executivo da Esportes Brasília. Já cobriu uma Copa do Mundo da FIFA (2019).

Continue Reading
Clique para deixar seu comentário

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

P