Siga Nossas Redes Sociais

Futebol

Após confusão no Mané Garrincha, TJD-DF suspende organizadas de Gama e Brasiliense por cinco anos

Escrito em

Foto: Francisco Stuckert/Divulgação

Após as cenas lamentáveis desta quarta-feira (27), no clássico candango entre Gama e Brasiliense, pela segunda rodada do Candangão 2022 no Mané Garrincha, a Procuradoria da Justiça Desportiva protocolou uma denúncia contra as torcidas organizadas dos clubes.

Com as imagens anexadas da briga generalizada no estádio, a liminar foi deferida pelo TJD/DF para que as duas organizações sejam impedidas de ingressar aos palcos esportivos pelo prazo de cinco anos, máximo determinado com base no Estatuto do Torcedor.

Além da liminar, foram intimados os membros da arbitragem e do coronel da PMDF responsável pela partida para esclarecer os fatos ocorridos no estádio. Também foi solicitado que as equipes de Gama e Brasiliense sejam punidas pela confusão.

O artigo do Estatuto do Torcedor é o 39-A, da Lei Federal 10.671/2003, define que torcidas organizadas que promoverem tumulto, praticarem ou incitarem a violência e invadirem local restrito aos profissionais do evento esportivo (imprensa, jogadores, comissões, arbitragem, entre outros) será impedida de comparecer a eventos esportivos por um prazo máximo de até 5 anos. Ainda há uma previsão de multa de R$ 50 mil em caso de descumprimento do afastamento de competições esportivas.

Continue Reading
P