Siga Nossas Redes Sociais

Basquete

Na prorrogação, Brasília Basquete quebra tabu e vence Cerrado pela primeira vez no NBB

Escrito em

Fonte: Agência de Notícias UniCEUB
Foto: Arthur Ribeiro/UniCEUB

O Brasília Basquete venceu o Cerrado, por 90 a 86, na noite desta sexta-feira (8), no ginásio da ASCEB, em Brasília. O jogo foi válido pela 22° rodada do segundo turno do Novo Basquete Brasil (NBB) e marcou a despedida dos dois times na capital federal. A partida se deu por um começo de alternância nos placares e o time visitante conseguiu a sexta vitória na competição.

Com a vitória, o Brasília quebrou o tabu de nunca ter vencido o rival no NBB e, mesmo na lanterna da competição, conseguiu complicar a vida do Cerrado na chegada aos playoffs da temporada. O time precisará vencer os dois jogos, contra Fortaleza e Basquete Cearense, e torcer por uma combinação de resultados para chegar à segunda fase.

O JOGO

A partida teve um começo de ampla intensidade pelas duas equipes, que revezaram a liderança do placar até o fim do primeiro quarto, com vitória parcial do Cerrado. O destaque desta etapa foi para o armador do time da casa, Isaac Thornton, responsável por seis pontos anotados. Para o lado do Brasília, Zach Graham se destacou com incríveis oito pontos.

A partir daí, o jogo se manteve equilibrado até o intervalo, com ambos os times buscando estar à frente do placar. O ala-armador do Cerrado, Paulo, e o armador do Brasília, Fischer, foram os cestinhas do período.

O terceiro quarto do jogo foi um fator surpresa, visto que este costumava ser o período de maior dificuldade do Brasília. No entanto, o time foi capaz de realizar uma volta mais intensa do que o adversário, que teve um retorno apagado e com baixos aproveitamentos ofensivos. Com isso, o Brasília venceu o quarto por 22 a 13. O ala-armador Zach Graham foi o destaque do período.

No último quarto, a partida se acirrou mais ainda e o Cerrado voltou a crescer. Com o impulso da torcida, o time foi capaz de encostar no placar e voltou a estar vivo no jogo. Mesmo com a vitória no período, a arrancada não foi o suficiente para conquistar a vitória no tempo normal e a partida foi para a prorrogação. Destaque para o armador Rava, do Brasília, com nove pontos no período e 100% de aproveitamento.

Na prorrogação do jogo, a intensidade se manteve e novamente com o aproveitamento perfeito de Rava, o Brasília foi capaz de levar a vitória. O armador reserva do time azul assumiu o protagonismo e foi o cestinha da partida junto com Zach Graham, ambos com 19 pontos.

Continue Reading
P