Siga Nossas Redes Sociais

Basquete

CBB confirma a participação do Cerrado Basquete e outras 15 equipes para o Brasileirão feminino

Escrito em

O Cerrado Basquete foi uma das equipes convidadas para participar do primeiro Brasileirão feminino. O torneio, organizado pela Confederação Brasileira de Basketball (CBB) juntamente com o Comitê Brasileiro de Clubes (CBC), será realizado em sedes com espécies de bolhas para evitar a propagação da Covid-19. Além do time da capital, outros 15 convidados, de sete estados diferentes, estarão na disputa que se inicia em setembro deste ano.

As sedes, que ainda não estão definidas, devem se candidatar para receber o torneio por interesse próprio e, então, receberão o caderno de encargos para definir se podem ou não cumprir as demandas. Assim como no Brasileirão masculino, o campeonato feminino será realizado na forma de conferências até a disputa do final four em novembro.

“Desde a minha chegada na CBB, essa foi a meta traçada por mim e pelo presidente Guy Peixoto, de valorizar e fortalecer o basquete feminino. De tentarmos recuperar o feminino. E a ideia de fazer esse Brasileirão com atletas sub-23 é pensar no futuro, uma competição que dê oportunidade para meninas mais novas, visando detectar talentos”, disse Magic Paula, vice-presidente da CBB.

De acordo com a confederação, foi feita uma chamada por meio do próprio site e das redes sociais para a participação no torneio nacional feminino. Após esta primeira etapa, as equipes interessadas entraram em contato e enviaram a documentação necessária, o que também trazia a necessidade de filiação junto ao CBC. As equipes que possuírem interesse em participar de edições futuras, deverão entrar em contato com a federação do estado em que ela está incluída para realizar os trâmites legais.

“O torneio respeitará todos os protocolos de saúde contra a COVID-19, com testes RT-PCR antes do começo dos jogos de cada sede, além de cuidados de higiene e distanciamento social. No Brasileirão masculino, o protocolo da CBB foi sucesso e nenhuma equipe teve jogadores em ação com atletas infectados pelo vírus. A arbitragem também não teve casos do novo coronavírus.” informou a assessoria da CBB.

A transmissão dos jogos do Brasileirão Feminino será feita ao vivo pela CBB TV/TVN Sports. O calendário da competição será divulgado nas próximas semanas.

Confira as equipes

Instituto Vitaliza (PE)
Sport Club do Recife (PE)
Aeroclube (RN)
Clube Campestre (PB)
ADC Bradesco (SP)
Sociedade Thalia (PR)
SGJ Joinville (SC)
AGEFB/Basket São José/ELASE (SC)
Cerrado Basquete (DF)
Maracaju Basquete Clube (MS)
ADRM Maringá (PR)
ABASFI Foz do Iguaçu (PR)
São José dos Pinhais/Guaxo (PR)
Sociedade Recreativa Mampituba (SC)
BAsket Pinda – Pindamonhangaba (SP)
APAGEBASK Guarulhos(SP)

Continue Reading