Siga Nossas Redes Sociais

Vôlei

Brasília Vôlei adia partidas da Superliga Feminina por surto de Covid-19

Escrito em

O Brasília Vôlei divulgou na manhã desta sexta-feira (20) o adiamento da partida contra o São Caetano/SP, que seria realizado neste sábado (21), no ginásio do SESI de Taguatinga.

Por meio de um comunicado divulgado pela assessoria de comunicação do clube, o time representante do DF na Superliga Feminina de vôlei confirmou que, além do técnico Rogério Portela e dois integrantes da comissão técnica, sete jogadoras testaram positivo para a Covid-19.

A equipe, que já não pode contar com seu técnico e as centrais Aline e Edna no último jogo contra o São José dos Pinhais, na derrota por 3 sets a 1, apresentou mais casos em teste realizado na última quinta-feira (19). As atletas e membros da comissão técnica que se encontram em isolamento são:

• Centrais: Aline, Edna e Geovana;
• Ponteiras: Isabela Paquiardi, Ingrid e Paula Mohr;
• Líbero: Vitória;
• Comissão técnica: Rogério Portela (técnico), Aguinaldo dos Santos (estatístico) e Fernando Alves (auxiliar técnico).

Jogadoras do Brasília Vôlei foram diagnosticadas após partida contra o São José dos Pinhais – Foto: Patricy Albuquerque/Agência EB

De acordo com o regulamento da Superliga, a equipe que apresentar quatro ou mais casos positivos pode solicitar o adiamento da partida. Com isso, a Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) remarcou todos os jogos que seriam realizados em um período de dez dias. Foram postergados os seguintes jogos:

• (21/11) – Brasília Vôlei x São Caetano
• (24/11) – Pinheiros x Brasília Vôlei
• (28/11) – Brasília Vôlei x Curitiba

O Brasília Vôlei não é o primeiro time a precisar adiar jogos da Superliga de vôlei. No feminino, ainda nesta semana, o Sesc Flamengo solicitou o adiamento das partidas. Já no masculino, o Itapetininga já cumpriu o período de isolamento e volta às quadras nos próximos dias.

Continue Reading