*Por Gabriel Spies e Bruno Henrique Moura

Cinco anos após adotar a cidade mineira de Paracatu como casa, o antigo Unaí Esporte Clube volta às origens e à cidade berço de sua história e nome. O Paracatu Futebol Clube, que disputou o Campeonato Candango de 2019,  e chegou até as semifinais do certame, perdendo para o Brasiliense, voltará a atender por Unaí Esporte Clube a partir de 2019. Pouco mais de uma semana depois do anúncio feito pelo mandatário do clube, Major Elias Andrade, muito se especula sobre a mudança repentina do time profissional de futebol de município.

O representante do time afirma que a mudança de local passa pela Prefeitura municipal de Paracatu. Após seis anos investindo na equipe, o Executivo local não demonstrou interesse no investimento para 2020. “O motivo é que a Prefeitura, pela pessoa do secretário, cortou a ajuda que a Prefeitura iria dar. Eles iriam investir o dinheiro em outra coisa, não mais no futebol. Aí não havia alternativa,”  explicou. 

Major Elias ainda conclui que tinha o interesse de permanecer em Paracatu, mas com a falta de interesse das autoridades locais, segundo ele, essa situação ficou inviabilizada. “O fator principal foi a negativa da Prefeitura. Então para o time não morrer novamente, nós corremos aqui pra Unaí, pedimos socorro e trouxemos o time pra cá de volta”, confessou o cartola. 

O cartola comentou também a respeito da verba que o clube terá para esse ano. Segundo o mandatário da equipe mineira radicada no Distrito Federal, o orçamento para 2020 gira em torno de R$ 200 mil reais vindos do gabinete do prefeito. Somam-se ao incentivo pequenas verbas de vereadores que serão repassadas ao time e a ajuda de empresários da região interessados no time de futebol.

SECRETÁRIO DE ESPORTES REBATE MAJOR

Á reportagem da Esportes Brasília, o Secretário Municipal de Esportes de Paracatu, Walter José de Souza, foi categórico ao dizer que a verba estava a disposição do extinto Paracatu Futebol Clube e que Major Elias tem pretensões políticas na cidade de Unaí em 2020. “Quem quer tirar o corpo da história é ele mesmo. Ele tem interesses políticos lá ano que vem, vai ser candidato a prefeito. Todo mundo sabe dessa história”, acusa o chefe da pasta. 

Walter também afirma que a verba referente ao patrocínio já estava separada pela administração municipal, e condena a atitude de Major Elias, que, segundo ele, não comunicou à Prefeitura a saída da cidade. “O dinheiro está no orçamento (R$ 450 mil) e vai para a Câmara. Se ele quiser levar o time, que leve, mas quando ele veio aqui trazer o clube, ele foi no gabinete do prefeito e nos procurou. Devia ter nos procurado para sair também”, disse o secretário.

Além disso, Walter questiona a credibilidade que o time teria para fechar o patrocínio, pois o Paracatu sequer tinha membros no comando da agremiação. “Como eu vou firmar uma parceria se nem diretoria tem?”, questiona. Conforme contou à EB, o clube foi procurado para resolver essa pendência, mas não houve resposta por parte de Major Elias. 

Sem verbas

Quantos à acusação de Major Elias de que as verbas da Prefeitura de Paracatu já estariam destinadas a funções distintas, o secretário de Esportes explica que, pela indefinição do clube, solicitou ao prefeito o remanejamento do montante para diferentes projetos. “Enquanto eles não viessem, era para colocar o dinheiro em outras áreas. Até então, a conversa aqui era de que ele iria embora. Por essas coisas de ser candidato; política. O orçamento estava no final, tinha que mandar. Ele queria que eu dissesse um não para ele, para ele sair ‘de boa’, só que aqui não tem ninguém bobo, não”, explicita Walter José.

Sobre a situação, Walter ainda conclui: “Simplesmente ele quis sair e soltou essa bomba, aí. Poderia ser de outra forma, não teria problema. Mas ele quer jogar a culpa no município, ele quer jogar a culpa ‘na gente’, jogando o torcedor contra nós aqui. Só que isso aí não cola. Não adianta ele vir com essas conversas que isso aqui não cola. Todo mundo sabe o porquê”, finalizou o secretário de Esportes e Lazer de Paracatu.

Major é filiado ao PSL

Major Elias é filiado ao Partido Social Liberal  e vota na Zona 280, Seção 0268, situada na Escola Estadual Delvito Alves da Silva, em Unaí. O político/cartola se filiou ao partido em 07/04/2018 e o município do seu título sempre foi a nova casa do Unaí Esporte Clube. 

Atualmente, o PSL da cidade conta com 26 filiados de forma regular. Segundo apuração da reportagem o Major é atual vice-presidente do diretório provisório da cidade desde 05/08/2019. O presidente local da agremiação continua sendo o atual vice-presidente da Câmara Municipal, Paulo Cesar Rodrigues, mais conhecido como Paulo do SAAE. 

O PSL nacional decidiu lançar candidatos a prefeito e vice-prefeito em todas as cidades com mais de 100 mil habitantes. Unaí possui 83 mil, segundo censo do IBGE de 2018. A ideia é fazer uma boa base política para o presidente Jair Bolsonaro tentar reeleição em 2022. 

Mesmo sem a população necessária, a cidade entrou no radar do partido, especialmente pela importância geográfica da cidade, que fica a apenas duas horas de carro da capital federal. Além disso, a presença do vice-presidente da Câmara Municipal dá força para o partido tentar voos mais altos, inclusive com a ampliação do número de vereadores na cidade. 

Nas eleições passadas, quando concorreu a Deputado Federal, Major Elias declarou possuir 720 mil reais em patrimônio, uma casa de 400 mil e um apartamento orçado em 320 mil. Apenas em Unaí ele obteve 8.283 votos, ou 20% de toda a sua votação. Foi a cidade que mais lhe contemplou com o apoio eleitoral. Já Paracatu garantiu apenas a 13ª votação do Major com parcos 298 votos, ou 0,78% do seu eleitorado total.

O Major levou na brincadeira ao ser perguntado se essa mudança de cidade estaria ligada a um possível interesse em se candidatar a algum cargo político na cidade nas eleições municipais de 2020. “Não, nenhuma [possibilidade de se candidatar em 2020]. Todo mundo tá fazendo essa pergunta. Eu não sou candidato”, garante Elias. 

Em seguida, o Major assegura que os boatos são puro revanchismo da torcida.  “Você pode ver nas próximas eleições não serei candidato não. Nem pra Vereador. Dou conta disso não. O torcedor fica com raiva e começa a falar essas coisas, mas é mentira. Eu estou na ativa ainda na polícia. Isso é balela com certeza. Não faria isso nunca,” complementou o militar.

Nota oficial

A Secretaria Municipal de Esportes e Lazer de Paracatu (SEELA), emitiu uma nota oficial, na última quarta (11), a respeito da mudança de cidade do time e se mostrou surpresa com a troca de endereço da equipe.

“A Secretaria Municipal de Esportes e Lazer de Paracatu (SEELA) foi surpreendida pelo vídeo, que circula nas redes sociais, que mostra o Sr. Major Elias, presidente e representante do PARACATU FUTEBOL CLUBE, fazendo uso da tribuna na Câmara Municipal de Unaí, informando que o nosso querido clube, que lotava o estádio Frei Norberto (União Esporte Clube), por decisão dele e de diretores, estaria retornando à cidade de Unaí, e deixando assim nossa cidade, que acolheu há alguns anos essa equipe, fazendo com que fosse respeitada no futebol regional e, com as parcerias firmadas, elevando seu nome também no cenário esportivo nacional.

Ressaltamos que, em momento algum, a Secretaria de Esportes foi procurada pelo Sr. Elias para que houvesse um comunicado oficial dessa mudança, muito menos os motivos que levaram a esta decisão.

É de conhecimento público e notório, que o poder público de Paracatu tem total interesse na permanência da equipe nos estádios do município, seus treinamentos e atividades em locais onde a equipe se apresentava.

Para tanto, informamos que a parceria entre a Prefeitura Municipal e a equipe do Paracatu Futebol Clube continuaria ativa, pois o apoio da Prefeitura para a temporada 2020 já se apresenta devidamente no planejamento do município e à disposição da equipe. 

Como já é de conhecimento do Sr. Elias, assim que a nova diretoria assumisse o comando da equipe, o Convênio/Parceria com o município de Paracatu continuaria para a próxima temporada, mas, infelizmente, não fomos informados sobre a criação da uma nova diretoria.

Para quem assim o desejar, esta Secretaria se encontra à disposição para quaisquer esclarecimentos.”

Walter José de Souza

Secretário Municipal de Esportes e Lazer

Major Elias foi procurado para comentar a nota oficial da Secretaria de Esportes de Paracatu, e fez pouco caso das palavras emitidas pela SEELA. “Isso aí eles estão tentando ‘salvar a pele deles’, né. Eles acharam que não daria repercussão, e agora viu que a população ‘montou’ tudo em cima deles. Eu conversei com o Secretário; eles acharam que não iriam mais apoiar o time. Eu só trouxe a equipe para Unaí, porque a intenção deles era não mais apoiar o time lá na cidade,” afirmou o representante do Unaí Esporte Clube. 

Vídeo de Major Elias Andrade que foi citado na nota da Secretaria: