Siga Nossas Redes Sociais

Futebol

Em nota, atletas do Gama novamente cobram débitos atrasados

Escrito em

Formosa x Gama

Após a derrota na estreia no quadrangular semifinal do Candangão 2022, os bastidores do Gama voltaram a ficar agitados. Nesta quinta (10), os jogadores do elenco profissional do Periquito divulgaram uma nota, simultaneamente, cobrando e denunciando atraso no pagamento de salários.

Vale lembrar que não é a primeira vez que a situação ocorre. Desde fevereiro clube e atletas entram em rota de colisão por causa do tema. Em certo momento, o grupo chegou a ameaçar não entrar em campo, mas voltou em respeito a história do clube e pela torcida alviverde.

“Nós precisamos sustentar nossas famílias e estamos cansados de sermos enganados” afirmou o texto publicado nas redes sociais. Os principais alvos do protesto eram Leonardo Scheikiman (diretor da SAF Gama), Weber Magalhães (presidente do Gama) e Arilson Machado (vice-presidente do Gama). Os três mandatários foram citados diretamente e foram acusados de ‘não cumprirem o básico do acordo entre empresa e empregado, que é o salário’. 

Além da falta de pagamentos, os dirigentes foram acusados de não darem condições básicas para o alviverde. O elenco gamense afirmou que não treinará e nem entrará em campo enquanto a situação não for resolvida.

Enquanto esse turbilhão de emoções acontece, o Gamão volta a campo pelo Candangão na próxima segunda (14), às 16h, contra o líder da primeira fase Ceilândia, resta saber em qual clima. 

Confira a nota: 

A reportagem da Esportes Brasília não obteve um posicionamento do Gama até o fechamento desta matéria.

Continue Reading
P