Siga Nossas Redes Sociais

Basquete

Cerrado deixa a vitória passar por entre os dedos e acaba derrotado pelo São Paulo

Escrito em

Foto: Yan Barros/NBB

A noite desta terça-feira contou com mais uma boa atuação do Cerrado no Novo Basquete Brasil (NBB). Apesar disso, os brasilienses conheceram uma nova derrota, desta vez para o líder do campeonato, o São Paulo, por 91 a 83. A equipe chegou a flertar com a vitória até o último período, quando Georginho, MVP da última temporada, brilhou e colocou pressão no time de Bruno Lopes. Com muito nervosismo, a bola parou de cair na cesta para o time candango. O armador paulista foi líder em todos os quesitos com 22 pontos, 9 rebotes e 11 assistências.

Começo “redondinho” empolga

No começo da partida, Fuller tentou duas vezes para, então, marcar a primeira cesta de três. O Cerrado, com Coelho, Douglas Nunes, Fuller, Paulo e Sérgio, abriu boa vantagem, aproveitando com a lentidão e a desatenção do time paulista, para ira do treinador Cláudio Mortari, que pediu tempo técnico quando sua equipe perdia por 21 a 13. Shamell e Renan seguraram as pontas para que a boa atuação de Fuller, Paulo e Douglas Nunes não deixasse a equipe tão atrás. O Cerrado fechou em 25 a 21, com ótima atuação da defesa e desatenção do tricolor paulista.

Detalhes invertem o placar

Após um primeiro período em hibernação, o gigante Georginho acordou e tratou de dificultar a marcação do Cerrado. Mas foi apenas no fim do período, que Lucas Mariano, após conseguir um rebote defensivo, cravou no ataque e virou o placar para 44 a 43. Bruno Lopes e Cláudio Mortari gastaram seus tempo técnicos. Porém, o tempo terminou mesmo com o São Paulo em vantagem. Paulo e Bruno Fiorotto foram os destaques pelo lado verde e Bennett e Georginho pelo São Paulo.

Reviravoltas e Cerrado na frente

Com apenas um ponto atrás no placar, Fuller tentou a virada, mas sua bola de três pontos não caiu. Na sequência, Shamell apareceu e colocou 4 pontos de vantagem para o São Paulo. Com a chance de aumentar a vantagem após o vacilo de Fuller, Renan andou e colocou a equipe do Distrito Federal no jogo novamente. Coelho apareceu bem e colocou seu time à frente. O armador chegou a deixar o placar com 54 a 49 para o visitante, mas Renan e Georginho diminuíram a vantagem para apenas dois pontos com 67 a 65.

Georginho tira a vantagem do Cerrado

A vantagem foi perdida no começo do período, após estouro dos 24 segundos pelo Cerrado e falta em Bennett. Pelo menos, o norte-americano errou um dos lances livres para a equipe candanga continuar a frente. Georginho e Lucas Mariano chegaram a empatar a partida, mas Fuller fez mais dois pontos. O problema é que, após os três primeiros minutos do quarto, o time de Bruno Lopes sofreu novamente uma queda de rendimento no fim. Georginho continuava dando show, enquanto as bolas do adversário não caíam mais. Com os rebotes defensivos, o tricolor paulista ampliou a vantagem de 5 para 7 pontos e finalizou o período com uma boa vitória por 91 a 83.

Próximo desafio

O próximo jogo do Cerrado será daqui a cinco dias, no Ginásio da Asceb, na 904 sul, às 19 horas contra o Flamengo, equipe que disputa a liderança com o São Paulo. A partida no domingo será duríssima, mas o ponto positivo foi a melhora do Cerrado, com um bom aproveitamento ofensivo até o último período. Já a falta de regularidade no período final continua assombrando a equipe.

O descanso de Daniel Von Haydin talvez seja bom para o próximo jogo, além da equipe contar com todo o seu elenco, principalmente se considerar o caos causado pelo contágio de Covid-19 no Corinthians e pelos 2 desfalques no rival Brasília.

Continue Reading
P