Siga Nossas Redes Sociais

Basquete

Brasília domina maior parte da partida, mas é derrotado pelo Mogi das Cruzes pelo NBB

Escrito em

Foto: Antônio Penedo/Mogi Basquete

O Brasília Basquete fechou o primeiro turno do NBB na noite desta sexta-feira (08), quando enfrentou o Mogi das Cruzes no ginásio Wlamir Marques, em São Paulo. Mesmo com os 32 pontos de Sammy Yeager, os candangos não conseguiram vencer os paulistas e perderam por 90×86.

A primeira cesta do jogo caiu somente com três minutos jogados, e foi para o Mogi das Cruzes. O confronto ficou apertado e o Brasília foi em busca de tentar assumir a liderança do placar. Destaque para Wesley, do Mogi, que anotou sete pontos. No entanto, o Brasília tentou sete cestas de três pontos e não acertou nenhuma. O primeiro quarto terminou favorável ao time paulista: 21×14.

Se no primeiro quarto a mão não estava calibrada da linha dos três, o armador Gabriel chamou a responsabilidade e encaixou duas cestas consecutivas de três pontos para o Brasília. Com o bom trabalho do camisa oito candango, a vantagem foi zerada restando cinco minutos para o intervalo. No lance seguinte, Sammy Yeager virou o jogo para o Brasília (31×29) e obrigou o técnico Guerrinha, do Mogi, a parar o jogo. A equipe candanga seguiu administrando e foi para o intervalo na frente: 36×35.

Na volta dos vestiários, o Mogi das Cruzes pressionou em busca de reverter a vantagem. Contudo, Caio Torres comandou a dianteira candanga, anotando sete pontos em apenas dois minutos do terceiro quarto. Após a cobrança de mais um lance livre, o camisa 13 pediu deixar a quadra sentindo dores na panturrilha. Com uma boa atuação de Eric Laster e Sammy Yeager, o Brasília não deixou mais o Mogi assumir a dianteira do placar e chegou a abrir 11 de vantagem (64×53). Na reta final, os paulistas apertaram a marcação e tiraram a diferença para apenas um dígito. O terceiro quarto terminou favorável ao Brasília: 64×60.

E a chamada de atenção do técnico Guerrinha, do Mogi, deu certo. Fúlvio, David Coleman e Gruber anotaram sete pontos e viraram o jogo para os paulistas faltando sete minutos para o fim do jogo (67×66). O Brasília foi em busca de reverter o placar e tinha um Sammy Yeager inspirado. Faltando um minuto para o soar da sirene, o camisa três já havia anotado 15 pontos no quarto período e a diferença estava em dois a favor dos paulistas (86×84). O Brasília continuou pressionando, mas com o bom desempenho de Fúlvio e Fabrício, anotando 15 pontos juntos, o Mogi confirmou a vitória por 90×86.

O cestinha foi Sammy Yeager, do Brasília, com 32 pontos e 11 rebotes, anotando um duplo-duplo. Gruber foi o maior pontuador do Mogi das Cruzes, com 21 pontos. Com a derrota, o Brasília terminou o primeiro turno do NBB com a lanterna da competição.

Rener Lopes é jornalista formado pela Universidade Católica de Brasília (UCB); Atua na mídia esportiva desde 2006. Já teve passagens pelas rádios Paranoá FM, Comunidade FM do Gama, Transamérica FM Brasília, Bandeirantes AM Brasília e Ativa FM Brasília. Tem no currículo três olimpíadas (Atenas 2004, Londres 2012 e Rio 2016), duas Copas do Mundo (Brasil 2014 e 2019) e uma Copa América (Brasil 2019).

Continue Reading