Siga Nossas Redes Sociais

Outros Esportes

“Termômetro e ajustes pré-brasileiro”, afirma presidente do Tubarões do Cerrado sobre a final da Taça Cairo Santos

Escrito em

Foto: Mateus Tourinho/FeFAC

Após vencer o Goiânia Rednecks na Semana 3, por 28-7, o Tubarões do Cerrado chegou à final da Taça Cairo Santos. A presidente do TDC, Paula Chiarotti, ponderou o clima de preparação para o resto da temporada no jogo deste sábado (25), no Abadião, em Ceilândia.

A presidente vê a final como uma oportunidade para retomar o ritmo de jogo. “Levo em conta que fomos a última equipe a retornar aos treinos da pandemia, pois esperamos 75% de nossos atletas serem vacinados. Na BFA teremos a oportunidade de jogar contra equipes que normalmente não cruzamos, então a Taça Cairo Santos nos deu um ambiente bacana de termômetro e ajustes pré-brasileiro”, declara.

A mandatária da equipe dos Tubarões dá suas razões para escolher a BFA ao invés de migrar para o Campeonato Brasileiro, como fez o Leões de Judá. “Escolhemos a BFA por alguns motivos: os nossos maiores rivais estão lá, Galo FA (MG), João Pessoa Espectros (PB) e Timbó Rex (SC), que são as equipes que temos como meta em vencer. Dentro da CBFA teríamos “mais do mesmo”, com os mesmos adversários, mesmos desafios… e não é o que queremos para a equipe. Nossa performance poderia até ser muito melhor se tivéssemos optado pelo Campeonato Brasileiro, mas optamos por sair da nossa zona de conforto e tentar evoluir” dispara.

O Galo FA é o adversário do clube brasiliense na estreia do torneio, em 9 de julho. O jogo será em Minas Gerais, com mando atleticano. Patrícia diz que o time mira vencer o Brasil Bowl. “A meta é essa, já que é uma etapa que ainda não conquistamos. Temos muitas peças novas e boas no elenco, sem falar da comissão técnica que é referência no Brasil, então é uma possibilidade, como também podemos nos dar mal e ter novos pontos a trabalhar, tomamos a decisão de nos arriscar a falhar para podermos crescer como equipe”, explica. O TDC está na Conferência Centro-Oeste, junto dos mato-grossenses Cuiabá Arsenal e Sorriso Hornets.

Para o cerrado Bowl, no entanto, fica o clima de revanche pela derrota contra o Leões de Judá, na Semana 1, por 17-0. A partida na Ceilândia começa às 14h e os ingressos estão disponíveis no site do Sympla, com entradas a R$15.

Continue Reading
P