Siga Nossas Redes Sociais

Outros Esportes

“Estamos com os pés no chão”, diz presidente do Leões de Judá sobre o Cerrado Bowl

Escrito em

Foto: Mateus Tourinho/FeFAC

Às vésperas da final da Taça Cairo Santos, o Cerrado Bowl, o presidente Adalberto Patrocínio Corrêa de Araújo, o Dadau, cedeu entrevista sobre a finalíssima de sábado contra o Tubarões do Cerrado, que será no Estádio Abadião, neste sábado (25), às 14h. Os ingressos estão disponíveis no site do Sympla, com entradas a R$15.

O presidente leonino não admite soberba no time para a partida de sábado. “Estamos com os pés completamente no chão, temos a convicção que ainda não ganhamos nada e que o campeonato de fato é no sábado próximo na final da Taça Cairo Santos, os passos anteriores foram somente para esse momento”, declara.

Sobre a sequência da temporada, Dadau fala da transição do Leões de Judá da BFA para o Campeonato Brasileiro. “Optamos pelo Campeonato Brasileiro de Futebol Americano pela Confederação. O campeão deste campeonato será o campeão brasileiro, o campeão da BFA será campeão de um torneio. A chancela da federação é somente para o campeonato que ele executa e os demais campeonatos não são chancelados”, diz.

As expectativas do wide-receiver são altas em relação à temporada da equipe gamense. “Somos o único time na Divisão 1 de Brasília no Campeonato Nacional. Temos chance de chegar aos playoffs. Nosso maior adversário acredito ser o time de Rio Preto Weilers. Estamos com ótimos jogadores de outros estados e também jogadores norte-americanos que acreditaram no projeto Gama Leões de Judá 2022. O time está muito bem treinado e não tivemos muitas baixas, o que dá uma tranquilidade no plantel, pois temos profundidade”, diz.

A estreia do Leões de Judá no Brasileiro será como mandante (sem local confirmado) contra o Goiânia Rednecks, no próximo dia 30 de julho. Os leões partilham o Grupo C da competição com Campo Grande Predadores/MS, Moura Lacerda Dragons (de Ribeirão Preto/SP), Rio Preto Weilers (de São José do Rio Preto/SP), Rondonópolis Hawks/MT, além do time goiano.

Para a temporada 2022, o presidente considera importante a aliança do time com a Sociedade Esportiva do Gama. “A enorme nação alviverde nos impulsiona demais, um time com tradição como o Gama e com uma torcida de mais de 50 mil pessoas apoiando o time facilita demais nosso trabalho. Lógico que também temos a responsabilidade de representar o maior do DF”, declarou o mandatário do time.

O Leões de Judá pode ser tricampeão de forma invicta se voltar a vencer o Tubarões do Cerrado neste sábado, já que na partida da Semana 1, no Estádio JK, no Paranoá, os leões venceram por 17-0.

Continue Reading
P