Siga Nossas Redes Sociais

Futebol

Principal patrocinador do Gama deixa clube e aumenta crise no alviverde

Escrito em

A situação parece estar realmente complicada na Sociedade Esportiva do Gama. Depois de ser eleito CEO há três dias, Luis Henrique Nuñez anunciou nas redes sociais no início da tarde desta quarta-feira (25) que ele e a empresa Goalmanage, que era o principal patrocinador do alviverde, não fazem mais parte da diretoria do clube.

A saída de Nuñez agrava, ainda mais, a crise no alviverde, já que o atacante Nunes e outros três jogadores deixaram o clube nesta terça-feira (24) por não receber salários ou ter propostas de outros clubes.

Desde maio de 2017 em parceria com o clube, a promessa – feita pelo próprio CEO da empresa, Luiz Henrique Nuñez de Oliveira, em vídeo veiculado no canal da GoalManage – era de que o projeto seguiria até o final desta gestão, que termina em dezembro.

Assim como a empresa, Luiz, que também tinha sido integrado como CEO da gestão de Weber Magalhães, que se reelegeu e vai continuar no cargo de presidente do clube por mais quatro anos, também se retira do clube.

Conforme apurou a reportagem da Esportes Brasília, Luiz deixou o clube após divergências com a atual diretoria. Mesmo injetando milhões de reais no alviverde, o dono da empresa era constantemente responsabilizado por conta da crise financeira que assola o Gama em 2020.

Ainda não se sabe quem assumirá a vaga de CEO no lugar de Nuñez. O Gama volta a campo nesta sexta-feira (27), às 16h, diante do Atlético Alagoinhas/BA, no estádio Bezerrão. A partida terá transmissão da Esportes Brasília.

Gabriel Lima é jornalista e editor executivo da Esportes Brasília. Já cobriu uma Copa do Mundo da FIFA (2019).

Continue Reading
P