Siga Nossas Redes Sociais

Futebol

Partidas do Candangão serão investigadas pelo MPDFT por suspeita de manipulação, afirma jornal

Escrito em

Atualizada em 16/04/21 às 13:18
Foto: Marco Antônio Tchefy/Agência EB

A primeira fase do Candangão acabou, dentro de campo, no último fim de semana. No entanto, ainda não foi encerrado nos bastidores. Segundo o Correio Braziliense, o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios recebeu denúncias de possíveis manipulações de resultados para favorecer casas de apostas.

De acordo com o periódico, a própria Federação de Futebol do Distrito Federal pediu ajuda ao órgão público para investigar os supostos casos. Um dos jogos investigados seria a goleada do Samambaia frente ao Formosa Esporte por 6×1, onde uma casa de apostas pagaria bem caso um dos times vencesse por cinco gols de diferença, o que aconteceu.

Um dos jogos investigados seria a goleada do Ceilândia sobre o Samambaia por 8×1 no Candangão 2021 – Foto: Marco Antonio Tchefy/Agência EB

Outro jogo que chamou a atenção do MP foi a goleada sofrida pela Cobra Cipó frente ao Ceilândia por 8×1, na última rodada. O goleiro sérvio Stefan Djordjevic havia chegado ao Samambaia na semana anterior à essa partida e já levou três gols do Santa Maria. No total, em dois jogos, o time teve a rede balançada por 11 oportunidades.

Stefan, goleiro do Samambaia – Foto: Marco Antônio Tchefy/Agência EB

A reportagem da EB procurou a FFDF, por meio da assessoria de imprensa, para que manifestasse sobre o assunto. Por meio de nota, o presidente da Federação confirmou o pedido ao Ministério Público e disse que a entidade está a disposição das autoridades para colaborar com as investigações.

“É importante ressaltar que a Federação não possui competência investigativa para análise do fato em questão. Portanto, o que resta é aguardar, de modo que a Federação sempre se colocará à disposição e colaborará com os órgãos de investigação no que for necessário para a apuração do ocorrido. Por fim, a Federação não tem condições de apontar os responsáveis, pois não possui provas sobre os fatos em investigação”, disse Daniel Vasconcelos.

Rener Lopes é jornalista formado pela Universidade Católica de Brasília (UCB); Atua na mídia esportiva desde 2006. Já teve passagens pelas rádios Paranoá FM, Comunidade FM do Gama, Transamérica FM Brasília, Bandeirantes AM Brasília e Ativa FM Brasília. Tem no currículo três olimpíadas (Atenas 2004, Londres 2012 e Rio 2016), duas Copas do Mundo (Brasil 2014 e 2019) e uma Copa América (Brasil 2019).

Continue Reading