Siga Nossas Redes Sociais

Futebol

Gama vai mal, mas vence Taguatinga e está no quadrangular semifinal do Candangão

Escrito em

Foto: Gabriel Teles/SE Gama

Taguatinga e Gama se enfrentaram na tarde desta terça-feira (20), em partida válida pela terceira rodada da segunda fase do Candangão 2021. Assim como no último jogo diante do Unaí, o alviverde foi mal em campo, mas conseguiu vencer a ave branca pelo placar mínimo, garantindo a vaga no quadrangular semifinal da competição.

O Taguatinga já ameaçou a equipe gamense com menos de dez segundos de partida, mas o goleiro Matheus tratou de colocar a bola pela linha de fundo. Já aos dez minutos, após cobrança de falta de João Gabriel, a bola foi na cabeça de Marcão, que testou firme. A bola foi no travessão de Lucas Diniz e a defesa do Taguatinga afastou como pode.

Aos 31 minutos de jogo, o técnico do Taguatinga, Junior Araújo, surpreendeu como tem feito nos últimos jogos e já promoveu a primeira mudança na equipe, sacando Vitinho e colocando Everton. A mudança surtiu efeito no lance seguinte, quando o camisa 23 invadiu a grande área e bateu cruzado, obrigando o goleiro Matheus a colocar pela linha de fundo.

Na cobrança de escanteio, Evanilson cabeceou forte a bola, que foi à esquerda do arqueiro gamense, pela linha de fundo.

Como diz aquele ditado, quem não faz, leva. Aos 40 minutos, Caíque recebeu passe pelo meio, avançou e dividiu a bola com a defesa do Taguatinga. O atacante tentou finalizar pro gol, mas o goleiro Lucas Diniz defendeu. No entanto, a redonda sobrou para Ueslei encher o pé e abrir o placar no estádio Serejão.

A quatro minutos do segundo tempo, o Gama quase fez o segundo. Caíque recebeu bom passe na meia-lua da grande área, dominou, mas na hora de finalizar, bateu com a canela e devolveu a bola para o goleiro Lucas Diniz, perdendo a chance de ampliar o marcador.

Seis minutos depois, Caíque teve mais uma chance de concluir. João Gabriel deu um passe açucarado para o atacante gamense, que dominou, girou e bateu colocado, mas a bola foi por cima da meta de Lucas Diniz.

Já aos 24 minutos, Vandinho cometeu falta forte em cima de Gaminha e tomou o segundo amarelo, deixando o Taguatinga com um jogador a menos. Depois disso, o Gama voltou a pressionar durante a reta final de jogo, mas não conseguia, assim como no confronto diante do Unaí, finalizar em gol.

O Taguatinga não reagia e o alviverde apenas administrou o placar para confirmar a vaga no quadrangular semifinal do Candangão 2021. O Gama somente garantiu a participação na sequência da competição pois o Luziânia venceu o Unaí por 1×0. Nos critérios de desempate, o alviverde candango teve maior número de gols pró que o alviverde mineiro – dois a um – e ficou com a vaga.

No quadrangular semifinal, o alviverde estreará diante do primeiro colocado da chave C. Neste momento, o Brasiliense está nesta posição. Já o Taguatinga dá adeus à competição.

Fiscalização em ação

Fiscal da Administração de Taguatinga apareceu no Serejão para realizar fiscalização contra ações erradas da pandemia – Foto: Rener Lopes/Agência EB

Um funcionário da Vigilância Sanitária da Administração de Taguatinga esteve, durante o primeiro tempo de jogo, no estádio Serejão para fazer uma vistoria em relação ao uso de máscaras por parte de quem estava presente no local.

Tal atuação foi hostilizada por parte de quem estava com a delegação do Gama. Aos gritos de “Porquê não fizeram isso no Mané Garrincha? Só faz porque é aqui em Taguatinga”, o servidor público deixou o estádio por volta dos 30 minutos de jogo.

CANDANGÃO 2021 – SEGUNDA FASE – 3ª RODADA
TAGUATINGA 0-1 GAMA
20.04.21 – ESTÁDIO SEREJÃO – TAGUATINGA/DF

Cartões Amarelos:
Vitinho, Vandinho, Hugo (Taguatinga)
Caique, Lira, Mirray (Gama)

Cartão Vermelho:
Vandinho (Taguatinga)

TAGUATINGA
Lucas Diniz; Denilson, Daniel Felipe, Jeffão e Evanilson; Luan (Daniel Guerreiro), Vitinho (Everton), Hugo, Itagol (Lucas Victor), Matheus Rogério (Zé Henrique) e Vandinho
Técnico: Junior Araújo

GAMA
Matheus; Fernandinho, Igor, Marcão e João Gabriel; Pipoca (Kasado), Lira (João Victor) e Mirray (Gaminha); Ueslei, Caíque (Igor Paim) e Daniel Alagoano (Gustavo Lila).
Técnico: Victor Santana

Rener Lopes é jornalista formado pela Universidade Católica de Brasília (UCB); Atua na mídia esportiva desde 2006. Já teve passagens pelas rádios Paranoá FM, Comunidade FM do Gama, Transamérica FM Brasília, Bandeirantes AM Brasília e Ativa FM Brasília. Tem no currículo três olimpíadas (Atenas 2004, Londres 2012 e Rio 2016), duas Copas do Mundo (Brasil 2014 e 2019) e uma Copa América (Brasil 2019).

Continue Reading