Siga Nossas Redes Sociais

Copa América 2021

Com golaço de Di Maria, Argentina vence Brasil e é campeã da Copa América

Escrito em

Neste sábado (10), o Brasil perdeu a chance de conquistar, pela décima vez, a Copa América. O adversário na final foi a Argentina, no Maracanã. Com um golaço de Di María no primeiro tempo, os argentinos conquistaram a competição continental sul-americana pela 15ª vez, empatando com os rivais uruguaios em títulos.

Agora, a atenção das seleções sul-americanas se volta para as eliminatórias para a Copa do Mundo, com o Brasil forte na liderança da corrida ao Qatar em 2022.

Lodi erra e Di María aproveita

O primeiro tempo foi muito disputado, brigado e travado. O Brasil até tentou incomodar, enquanto os argentinos seguiram com uma forte marcação com faltas duras. Aos 19 minutos, Richarlison recebeu uma assistência de Neymar, mas chutou torto.

Tudo se complicou, quando, aos 21 minutos, De Paul lançou Di María nas costas de Renan Lodi, avançou pela direita e encobriu o goleiro Ederson, para tirar o zero da Argentina do placar.

No restante do primeiro tempo, faltou criatividade para as duas equipes. As esquadras foram para o intervalo com os “hermanos” na frente do marcador.

Jogo fica mais disputado ainda

Mais uma vez, Tite tentou mexer na equipe, mas as alterações não tiveram consequências positivas nos níveis técnico e tático apresentados. Richarlison fez um gol aos sete minutos para dar uma esperança para os torcedores. Porém, em posição irregular, um dos auxiliares marcou impedimento.

Enquanto isso, na Argentina, para segurar a marcação, o lateral-esquerdo Tagliafico foi utilizado pelo técnico Lionel Scaloni para entrar no lugar de Lo Celso, o que ocasionou uma melhora substancial na defesa da seleção hermana.

No fim da segunda etapa, Gabriel Barbosa – que entrou no lugar de Lucas Paquetá – conseguiu assustar os adversários, mas sem conseguir empatar a partida. Com isso, a Argentina apenas administrou o tempo para confirmar a vitória e o título da Copa América, após 28 anos sem conquistas.

A partida também foi dura, como sempre é um clássico entre as duas seleções, com muitas reclamações sobre chegadas fortes dos dois lados. Foi a primeira vez que o Brasil não venceu uma Copa América realizada em solo brasileiro, após os títulos de 1919, 1922, 1949, 1989 e 2019.

Copa América – Final
ARGENTINA 1-0 BRASIL
10/07/2021 – Estádio Maracanã – Rio de Janeiro/RJ

Arbitragem: Esteban Ostojich (URU).
Auxiliares: Carlos Javier Barreiro (URU) e Martin Sebastian Soppi (URU).
4º árbitro: Diego Mirko Sueldo (PER).
VAR: Andrés Cunha (URU).

Cartões Amarelos:
De Paul, Lo Celso, Montiel, Otamendi e Paredes (Argentina)
Fred, Lucas Paquetá, Marquinhos e Renan Lodi (Brasil)

Brasil
Ederson, Danilo, Marquinhos, Thiago Silva e Renan Lodi (Emerson Royal); Casemiro, Fred (Roberto Firmino) e Lucas Paquetá (Gabriel Barbosa); Everton Cebolinha (Vinicius Júnior), Richarlison e Neymar.
Treinador: Tite.

Argentina
Emiliano Martínez, Montiel, Romero (Pezzella), Otamendi e Acuña; Paredes (Guido Rodríguez) e Lo Celso (Tagliafico); Di María (Palacios), Rodrigo De Paul, Messi e Lautaro Martínez (Nicolás González).
Treinador: Lionel Scaloni.

Continue Reading