Siga Nossas Redes Sociais

Copa América 2021

Com gol no fim, Venezuela e Equador empatam no Engenhão

Escrito em

Na rodada em que o Brasil descansou no grupo B, a terceira, Venezuela e Equador fizeram um bom jogo no Engenhão neste domingo (20). Nenhuma das duas seleções ficou muito feliz, pois o empate deixou em aberto a desclassificação no grupo B. Com gols dos venezuelanos Castillo e Hernández e dos equatorianos Preciado e Plata, foi um jogo emocionante do começo ao fim.

Na quarta rodada, o Equador enfrentará o Peru na próxima quarta-feira (23) às 18h no Olímpico, em Goiânia, enquanto os Venezuelanos finalmente poderão descansar para, na quinta rodada, enfrentar o Peru no Mané Garrincha no domingo (27) às 18 horas.

Gol de bola parada no fim

Como esperado, o Equador começou dominando o jogo e conseguindo a primeira finalização aos 2 minutos, quando Méndez chutou de fora da área, mas com muita força e para fora. Já aos 3 minutos, quase que Campana abre o placar com um chute rasteiro que carimbou a trave de Fariñez. A primeira chegada da “La Vinotinto” foi aos 7 minutos, com um contra-ataque rápido finalizado pela finalização de Cásseres, com desvio para a saída na linha de fundo e o primeiro escanteio para a seleção de Peseiro.

Os venezuelanos até começaram a incomodar o adversário, porém sem ser tão efetivo a ponto de incomodar. A partida ficou bastante aberta, com algumas chances para os dois lados, mesmo com o gramado do Engenhão tentando atrapalhar o andamento da partida. O primeiro gol saiu em lance confuso, mas saiu. No fim da primeira etapa, aos 38 minutos, Estupiñan levantou na área, e, depois de bate-rebate, Preciado fez o gol.

Venezuela consegue assustar

Antes de ser possível entender qual seria o cenário do segundo tempo e se a seleção treinada por Peseiro tentaria avançar suas linhas, Castillo recebeu cruzamento de Martínez e cabeceou bem para empatar rapidamente a partida logo aos 5 minutos. A resposta foi rápida, pois, aos 8 minutos, Campana cabeceia bem, mas Fariñez defende bem demais evitando um rebote perigoso para o jogador equatoriano.

Após uma bola na trave da Venezuela aos 24 minutos, quase virando o jogo, Plata botou o Equador na frente mais uma vez. Com uma belíssima arrancada depois do escanteio adversário, chegou cara-a-cara com Fariñez, que defendeu, mas, no rebote, Noboa acabou disputando para a bola sobrar com Plata. O VAR ainda demorou a analisar, mas confirmou o gol. O terceiro gol dos equatorianos quase saiu aos 32 minutos, com Valencia entrando na área e chutando rasteiro para fora. Ainda houve reclamação de pênalti no lance.

O que não estava previsto era o empate com gol de cabeça de Hernández nos acréscimos do segundo tempo. Lançamento bom para o lateral direito cabecear no cantinho e colocar o empate de volta no placar. Ainda teve tempo de Fariñez, mais uma vez nesta Copa América, salvar a seleção venezuelana com uma cabeçada à queima-roupa de Martínez aos 50 minutos.

Copa América – Grupo B – 3ª Rodada
Venezuela 2-2 Equador
18/06/2021 – Nilton Santos (Engenhão) – Rio de Janeiro-RJ

Arbitragem: Roberto Tobár (CHI).
Assistente 1: Christian Schiemann (CHI)
Assistente 2: Claudio Rios (CHI).
4º árbitro: Leodan González (URU).

Cartões Amarelos:
Moisés Caicedo, Preciado e Valencia (Equador).

Venezuela
Fariñez, Alex González, Velázquez, Adrian Martínez, Del Pino Mago e Cumaná; Edson Castillo, Moreno (Richard Celis), José Martínez (Hurtado), Cásseres (Manzano) e Aristiguieta (Córdova).
Treinador: José Peseiro

Equador
Ortiz, Preciado, Arboleda, Hincapié e Estupiñan; Mena (Plata), Méndez (Noboa), Caicedo e Preciado (Fidel Martínez); Valencia (Alan Franco) e Campana.
Treinador: Gustavo Alfaro

Continue Reading