Siga Nossas Redes Sociais

Futebol

Ceilândia entra com pedido para gerir, em definitivo, o estádio Abadião

Escrito em

Nesta semana, o Gato Preto deu um importante passo para se tornar o novo administrador do estádio Maria de Lourdes Abadia, o Abadião, pelos próximos quatro anos. Por meio do programa “Adote uma Praça”, o estádio, que hoje tem a tutela da Administração da Ceilândia, deve passar para a ser gerido pelo clube.

Em uma reunião com o Fernando Fernandes, Administrador de Ceilândia, o presidente do clube Ari de Almeida deu entrada no pedido para gestão do local. O projeto “Adote uma Praça” tem por objetivo promover melhorias urbanas, culturais, sociais, tecnológicas, esportivas, ambientais e paisagísticas nesses pontos.

Fernandes se mostrou muito animado com o Interesse do Ceilândia na adoção da praça. “Estádio tem que ser cuidado e gerido, por quem entende de estádio e tem que ser dessa maneira”, disse. Ao final do encontro, os dois pactuaram em dar início aos trâmites legais para que o clube possa gerir e administrar o local pelos próximos quatro anos.

Segundo Ari, a ideia em adotar o estádio está dentro de um plano de reestruturação da equipe para o ano que vem, em que o Ceilândia terá um calendário cheio, devido ao vice-campeonato do Candangão 2021. Desta maneira, o clube terá pela frente a Copa Verde, Copa do Brasil, Brasileirão Série D e o Candangão 2022.

Gabriel Lima é jornalista e editor executivo da Esportes Brasília. Já cobriu uma Copa do Mundo da FIFA (2019).

Continue Reading
P