Siga Nossas Redes Sociais

Futebol

STJD nega liminar ao Legião e decisão do Candangão Juniores é ratificada

Escrito em

Após denúncia do Legião no TJD/DF de que um possível “gato” de um atleta do Taguatinga que disputava o Candangão Juniores, que teria entrado em campo com documentos falsos, o time laranja candango resolveu ingressar no STJD pedindo a anulação do resultado das partidas e da disputa final entre a ave branca e o Real Brasília.

De acordo com reportagem do Distrito do Esporte, o Legião denunciou que um jogador do Taguatinga não teria 20 anos completos em 2021, além de ter registrado a certidão de nascimento apenas em 2019. A denúncia foi feita somente após a eliminação do time laranja das semifinais da competição.

O TJD/DF acabou arquivando a denúncia alegando dois motivos: prescrição e ausência de prova da fraude. Não satisfeito, o Legião resolveu ir ao STJD, no Rio de Janeiro.

Em resposta, dada na última quinta-feira (16), o auditor do pleno José Perdiz de Jesus concordou com a decisão do presidente do Tribunal, Otávio Noronha, de que o STJD não teria competência para julgar o caso, considerando que o papel de analisar o caso é somente do TJD/DF.

Desta maneira, como o caso já foi arquivado pelo Tribunal local, o resultado do campeonato está mantido e Real Brasília, campeão, e Taguatinga, vice-campeão, vão representar o Distrito Federal na Copa São Paulo de Futebol Junior.

Rener Lopes é jornalista formado pela Universidade Católica de Brasília (UCB); Atua na mídia esportiva desde 2006. Já teve passagens pelas rádios Paranoá FM, Comunidade FM do Gama, Transamérica FM Brasília, Bandeirantes AM Brasília e Ativa FM Brasília. Tem no currículo três olimpíadas (Atenas 2004, Londres 2012 e Rio 2016), duas Copas do Mundo (Brasil 2014 e 2019) e uma Copa América (Brasil 2019).

Continue Reading