O Brasília Vôlei já tem técnico para a temporada 2018/2019 da Superliga Feminina. Na quinta edição com a participação do time candango, Hairton Cabral é quem comandará a equipe brasiliense.

Hairton foi técnico do São Caetano por 16 anos e estava nas categorias de base da seleção brasileira de vôlei feminino.

Hairton Cabral deixou o São Caetano/São Cristóvão após 16 anos e será técnico do Brasília Vôlei na temporada 2018/2019 da Superliga Feminina - Foto: Divulgação
Hairton Cabral deixou o São Caetano/São Cristóvão após 16 anos e será técnico do Brasília Vôlei na temporada 2018/2019 da Superliga Feminina – Foto: Divulgação

A equipe se apresenta em Brasília nos próximos dias e deve contar com a contratação de sete jogadoras: Angélica (ex-Bauru), Natália (ex-Valinhos), Dani Terra (ex-Barueri), Neneca (ex-Sesi/SP), Mimi Sosa (ex-São Caetano), Renatinha (ex-Fluminense) e Mari Barreto, que estava sem clube, segundo informação do site Melhor do Vôlei.

Da última temporada, nove jogadoras deixaram o clube, além de Sérgio Negrão, gerente da equipe candanga, que agora é o técnico do Pinheiros/SP. Quem voltou a gerenciar o Brasília Vôlei é a ex-jogadora de vôlei Leila Barros, que foi secretária de Esportes do Distrito Federal até 2018.

A Confederação Brasileira de Voleibol ainda não divulgou a tabela, nem os clubes da edição 2018/2019 da Superliga Feminina. A expectativa é que a competição comece em outubro próximo.

O Brasília Vôlei fechou a temporada 2017/2018 na décima posição. Foram cinco vitórias e 17 derrotas, obtendo 13 pontos no total.

Compartilhar