Na noite desta sexta-feira (07), o Brasília Vôlei se despediu da torcida no ano de 2018. Jogando no ginásio do SESI de Taguatinga Norte, a equipe da capital venceu o São Caetano por três sets a dois, com parciais de 20×25, 25×20, 15×25, 25×21 e 15×7, em 2h de partida, e encerrou uma sequencia em casa com três vitórias em três jogos. A jogadora Renatinha, pela segunda vez consecutiva, foi eleita a melhor em quadra e levou o troféu Viva Vôlei.

O JOGO
No primeiro set, as duas equipes começaram cometendo muitos erros e com isso ninguém conseguiu abrir uma vantagem. O time do São Caetano foi o primeiro a abrir 8×6 após um ponto de bloqueio. O Brasília Vôlei empatou em 8×8 logo em seguida após uma bola de xeque de Natália. Contando com muitos erros de saque do Brasília, o time paulista conseguiu abrir 17×12. Com uma boa diferença a favor no placar, a equipe visitante não teve dificuldades para fechar a parcial por 25×20, em 26min, e abrir um set a zero na partida.

O São Caetano saiu na frente em um jogo que foi decidido apenas no tie break - Foto: Patricy Albuquerque/Agência EB
O São Caetano saiu na frente em um jogo que foi decidido apenas no tie break – Foto: Patricy Albuquerque/Agência EB

No segundo set, o Brasília Vôlei voltou melhor e começou abrindo 5×0 no inicio da parcial. O São Caetano se recuperou logo em seguida e virou em 6×5, obrigando o técnico candango Hairton Cabral a pedir tempo. Após a parada, o time da capital federal voltou melhor e contou com um ponto de ataque de Natalia e um ace de Mimi Sosa para abrir 14×11. O São Caetano, mais uma vez, conseguiu buscar a diferença e empatou em 14×14. A equipe do Brasília conseguiu ser mais eficiente na reta final do set e venceu a parcial por 25×20, em 30min, empatando a partida em um set a um.

No terceiro set, o São Caetano começou liderando a parcial em 6×4. O Brasília empatou logo em seguida em 6×6. O time paulista voltou a passar a frente no placar e abriu 11×8, obrigando o técnico Hairton Cabral a parar o jogo e pedir calma à equipe brasiliense. Contudo, a parada não surtiu efeito e a equipe paulista continuou comandando o placar com certa tranquilidade para vencer a parcial por 25×15, em 24min, e virar a partida em dois sets a um.

No quarto set, as duas equipes começaram sem conseguir abrir uma vantagem. O Brasília abriu 12×9 após uma boa sequencia de saque de Mimi Sosa. O time da casa continuou liderando a parcial até a reta final do set e voltou a abrir vantagem em 20×16 após um ponto de bloqueio e um erro de ataque da equipe paulista. Com uma boa vantagem no set, o time do Distrito Federal aproveitou para fechar a parcial por 25×21, em 26min, e levar a partida para o tiebreak.

No quinto e decisivo set, o Brasília começou melhor e abriu 2×0 o inicio do set. Com um ponto de bloqueio de Renatinha e um ponto de ataque de Natalia, a diferença aumentou para 5×1. O time paulista conseguiu diminuir a diferença para 5×3. A equipe da capital não deixou o São Caetano embalar e voltou a abrir em 10×5 após um ponto de ataque de Natália. Com uma boa distância na parcial, o Brasília Vôlei fechou o set por 15×7, em 15min, e venceu a partida por três sets a dois.

Renatinha (E) foi eleita, pela segunda vez consecutiva, a melhor jogadora em quadra e levou o troféu VivaVôlei - Foto: Patricy Albuquerque/Agência EB
Renatinha (E) foi eleita, pela segunda vez consecutiva, a melhor jogadora em quadra e levou o troféu VivaVôlei – Foto: Patricy Albuquerque/Agência EB

O Brasília Vôlei volta às quadras na terça-feira (11) para enfrentar o SESI Bauru, em Bauru/SP. A partida acontece às 20h30, no ginásio da Panela de Pressão.

Compartilhar