Fonte: Ponto Marketing Esportivo

Brasília Vôlei e Praia Clube se enfrentaram pela partida decisiva das quartas de final da Superliga Feminina de Vôlei. As candangas venceram o primeiro set mas sofreram a virada das mineiras e perderam por 3 sets a 1, dando adeus à competição na temporada 2016/2017.

O jogo
Assim como o esperado, o primeiro set foi muito intenso. Com ambas as equipes determinadas a vencer, os times entraram dispostos, porém, a intensidade do Brasília prevaleceu. Com um saque forçado, que quebrou o passe praiano, uma defesa eficiente e um bloqueio que não deixou passar quase nada, o Brasília Vôlei demonstrou a razão de ter levado o jogo para uma terceira decisão. Abrindo quatro pontos de vantagem durante o set, o Brasília, mesmo com um ginásio inteiro vaiando, fechou em 22×25 após cravada de Paula Pequeno na diagonal.

No segundo set as mandantes voltaram bem para a quadra. Sem um bloqueio como o do primeiro set, mas com Macrís inspirada deixando as atacantes livres e largando de segunda em duas oportunidades, o Brasília teve a chance de igualar no placar, mas Alix virando nos contra-ataques e sendo a bola de segurança, as praianas administraram até o fim empatando a partida em 1 set a 1, com parcial de 25×17.

O Brasília Vôlei venceu o primeiro set, mas tomou a virada e perdeu por 3x1 - Foto: Shizuo Alves/Ponto Marketing Esportivo
O Brasília Vôlei venceu o primeiro set, mas tomou a virada e perdeu por 3×1 – Foto: Shizuo Alves/Ponto Marketing Esportivo

O terceiro período começou com os times trocando pontos. Paula Pequeno e Alix eram as mais acionadas por Macrís e Claudinha, respectivamente (5×5). Após 20 pontos disputados, as mineiras encaixaram bem o time e no ace de Walewska abriram quatro à frente (14×10). As brasilienses até ameaçaram a encostar, mas o apoio da torcida e Ramirez atacando bem pela saída, o Praia virou o jogo em 2 sets a 1 na parcial de 25×20.

Na hora da decisão, o Praia Clube, mais confiante, tomou conta do jogo e não permitiu que o Brasília levasse o jogo para o tie-break. Contando com Ellen, Claudinha e Walewska jogando bem, as mineiras cravaram a última vaga para a semifinal da Superliga vencendo a parcial por 25×14 e fechando o jogo em três sets a um.

Compartilhar