Na noite desta sexta-feira (30), o Brasília Vôlei enfrentou o Balneário Camboriú em partida válida pela quinta rodada do primeiro turno da Superliga Feminina. O time da casa conseguiu a primeira vitória na competição vencendo a equipe catarinense por três sets a um, com parciais de 25×17, 23×25, 27×25 e 25×22, em 1h54min de partida. A jogadora Natália foi eleita a melhor em quadra e levou o troféu Viva Vôlei.

Brasília Vôlei obteve a primeira vitória na Superliga Feminina de vôlei frente ao Balneário Camboriú - Foto: Patricy Albuquerque/Agência EB
Brasília Vôlei obteve a primeira vitória na Superliga Feminina de vôlei frente ao Balneário Camboriú – Foto: Patricy Albuquerque/Agência EB

O JOGO
O time visitante começou abrindo 2×0 no primeiro set, mas o Brasília Vôlei se recuperou após uma boa passagem da central Angélica pelo saque. A camisa 9 candanga empatou a parcial e abriu 8×5 logo depois. A equipe da casa abriu vantagem após dois pontos de bloqueio em sequência, colocando 15×12. Jogando com o placar a favor e atuando bem no saque e no ataque, o Brasília Vôlei aumentou a diferença e fechou o set por 25×17, em 25min.

No segundo set, o Brasília Vôlei manteve a mesma força da primeira parcial e abriu 6×3 após um ponto de bloqueio de Neneca. O time local aumentou a diferença para 12×7 após um ponto de ataque de Nati. O Balneário Camboriú diminuiu a diferença para 13×10 após um ponto de bloqueio de Paula.

Após estar vencendo por 17×12, o Brasília Vôlei viu a diferença cair para 17×16 após um ponto de Ivna, uma das destaques do time. A equipe do Camboriú chegou à virada em 19×21 após um erro de ataque de Nati. Assim, o Brasília Vôlei viu a reação do Camboriú, que venceu a parcial por 25×23 em 25min e empatou a partida em um set a um.

No terceiro set, o time de Brasília começou vencendo em 6×3 após um ponto de bloqueio de Mimi Sosa, que estreou na equipe brasiliense após ficar quatro jogos fora com problemas na documentação. Após um ace de Natália, a diferença aumentou para 9×5. O Brasília Vôlei viu a diferença cair para 15×13 após um ataque para fora de Mimi Sosa.

A equipe do Camboriú chegou à virada em 18×17 após um erro de recepção de Neneca. No entanto, o Brasília retomou a liderança no placar em 21×20 após uma bola de xeque de Mimi Sosa. Com um ace de Neneca, o Brasília fechou o set por 27×25, em 30min, e abriu dois sets a um na partida.

No quarto set, o Brasília começou abrindo 4×0 diante de um Camboriú que sentiu a derrota do set anterior. O time catarinense, aos poucos, foi entrando no set e empatou a parcial em 6×6. Camboriú abriu 13×10 após um ponto da levantadora Rosane.

Depois de estar perdendo por 20×15, o Brasília Vôlei iniciou uma reação sensacional e empatou a parcial em 20×20. Em seguida, as donas da casa viraram em 22×20 com um ponto de ataque de Natália. Embalado depois da virada, o Brasília aproveitou para fechar o set por 25×22, em 30min, e vencer a partida por três sets a um.

Na próxima rodada, o Brasília Vôlei recebe o Pinheiros/SP, no ginásio do Sesi, de Taguatinga Norte. A partida acontece na próxima terça-feira (4), às 20h, com transmissão da Esportes Brasília. O jogo marca o reencontro de Sérgio Negrão com a equipe brasiliense.

Compartilhar