Depois de se despedir de 2017 com vitória fora de casa sobre o SESI São Paulo, o Brasília Vôlei visitou a equipe do Vôlei Bauru no Ginásio Panela de Pressão, pela terceira rodada do returno da Superliga Feminina.

Apesar de jogar bem em determinados momentos do jogo, o Brasília não ameaçou a equipe da casa nos dois primeiros sets e perdeu por 3×1 (parciais de 25-15, 25-17, 26-28 e 29-27). Com o resultado, o Brasília Vôlei não somou pontos e fica na décima colocação na tabela.

O próximo compromisso da equipe do técnico Sérgio Negrão será na próxima sexta-feira (12), contra o Camponesa/Minas, na Arena Minas, em Belo Horizonte/MG.

O jogo
O Brasília começou a partida errando muito e o Bauru logo abriu 4×0, administrando a vantagem até chegar ao primeiro tempo técnico com o placar em 8×3. O time da casa chegou abrir sete pontos em 13×6, mas o Brasília começou a reagir e diminuiu a vantagem para quatro pontos em 14×10. A equipe do DF, no entanto, estagnou nos 11 pontos e viu o Bauru abrir 20×11, antes de fechar tranquilamente o set em 25×15, após um ataque para fora da ponteira Mari Hellen.

O primeiro ponto do segundo set foi do Brasília – a primeira vez que o time ficou a frente no placar. A vantagem, porém, não durou, e as candangas voltaram a errar muito, vendo o Bauru abrir 7×1. As visitantes deram pontos em erros para o adversário no primeiro set e outros oito no segundo. Com grande atuação da oposta Tiffany, Bauru chegou a abrir dez pontos (19×9), antes de o Brasília reagir levemente. A reação não foi nada que impedisse a equipe da casa de fechar o segundo set em 25×17.

O Brasília Vôlei voltou mais ligado para o terceiro set e conseguiu não repetir os erros dos inícios dos sets anteriores. As equipes se revezaram na liderança do placar demonstrando dificuldades em marcar pontos seguidos. Brasília conseguiu a maior vantagem do set ao abrir 19×15. O melhor rally do jogo ocorreu em um momento chave do set, quando Malu conseguiu por a bola no chão e o placar marcou 20×18 para Brasília. Bauru ainda salvou alguns set points antes de Brasília vencer por 28×26. À esta altura, Tiffany, do Bauru, e Malu, do Brasília, eram as maiores pontuadoras da partida, com 15 pontos, cada.

O último set começou disputado. O placar marcava 8×6 para as bauruenses no primeiro tempo técnico. Em um bom momento na partida, a equipe do Brasília conseguiu três pontos consecutivos, virando o placar de 14×12 para 14×15. E chegou a abrir dois pontos de vantagem em 17×15. Mas com boas atuações de Yoana Palacios e, principalmente, Tiffany Abreu – maior pontuadora com 24 pontos e escolhida a melhor jogadora da partida – o Bauru virou novamente. A equipe da casa chegou a abrir 24×22, mas Brasília foi buscar os dois match points e empatou a partida. Após salvar mais três match points, o time do DF não resistiu a pressão e viu Juliana Carrijo marcar um ace e fechar a partida em 29×27.

O resultado levou a equipe da casa à sétima posição, enquanto o Brasília Vôlei fica em décimo. As candangas voltam a jogar na sexta-feira (12), às 20h, contra o quarto colocado Camponesa/Minas, na Arena Minas Tênis Clube em Belo Horizonte, pela quarta rodada do returno da Superliga.

Compartilhar