Na noite desta terça-feira (21), a seleção brasileira feminina de vôlei fez a sua estreia na Liga das Nações 2019. A equipe comandada por José Roberto Guimarães recebeu a seleção da china no ginásio Nilson Nelson e venceu a partida por três sets a zero, com parciais de 25×15, 25×21 e 25×21. No outro jogo do grupo, a seleção da Republica Dominicana bateu a Rússia por três sets a um.

Principal jogadora do Brasil na partida com 16 pontos, a ponteira Gabi ressaltou a eficiência que a equipe teve no sistema defensivo para sair do jogo com a vitória. “Nós mostramos um volume de jogo muito grande, bloqueio e defesa principalmente, não somos uma equipe muito alta, não podemos cometer muitos erros com grandes equipes como a China e jogamos muito concentrados, sabíamos o que precisávamos fazer taticamente. Primeiro jogo de estreia, já passou essa ansiedade, primeira vitória importantíssima para a gente”, afirmou a capitã da seleção brasileira.

Técnico da seleção, José Roberto Guimarães reafirmou a fala da atleta e acrescentou que o saque também foi uma das forças da equipe na partida. “O nosso time é um time de volume de jogo, nós já esperávamos que a partida fosse assim, mas eu acho que o saque ajudou. No bloqueio nós não marcamos tantos pontos, mas ajudou, e a defesa é um time que tem habilidades no fundamento e se posiciona bem e isso acabou ajudando o nosso time a contra-atacar da forma correta”, ressaltou o treinador.

Brasil venceu a atual campeã, China, por três sets a zero, na abertura da Liga das Nações de Vôlei Feminino – foto: Patricy Albuquerque/Agência EB

O JOGO

No primeiro set, o time brasileiro começou abrindo 4×2 após uma boa passagem de Mara pelo saque. A vantagem aumentou para 8×4 após ataque de Gabi e um erro da seleção chinesa. Com uma sequencia de ataques de Gabi, o Brasil aumentou a diferença para 14×6. Brasil chegou a ter uma vantagem de 10 pontos e aproveitou o placar dilatado, para fechar o set em 25×15 e abrir um set a zero na partida.

No segundo set, a seleção chinesa, na sua principal característica que é a defesa, iniciou a parcial abrindo 3×0. A seleção brasileira chegou ao empate em 7×7 após uma sequencia de erros das chinesas no ataque e no levantamento. Brasil abriu 15×13 após um raly que terminou com um ponto da Amanda. Com a diferença em 23×20, o Brasil aproveitou a vantagem para fechar o set em 25×21 e abrir dois sets a zero no jogo.

No terceiro set, a China começou na frente abrindo 4×2 no placar. Brasil virou para 7×5 após uma invasão da equipe chinesa e um ponto de bloqueio da seleção brasileira. Depois de um ataque de Mara e um ponto de bloqueio de Gabi, o Brasil viu a diferença aumentar para 13×6. Mas, uma vez com a liderança na parcial, o time brasileiro não teve dificuldades para fechar o set por 25×21 e vencer a partida por três sets a zero.

Sequência

Nesta quarta (22), a seleção brasileira retorna à quadra para enfrentar a República Dominicana. A partida acontece no ginásio do Nilson Nelson, em Brasília, às 20h. Antes, às 17h, a seleção chinesa enfrenta a Rússia.