Estagiário sob supervisão de Rener Lopes

A APCEF/DF encerrou, nesta quarta feira (24), a participação na primeira edição da série C da Superliga feminina de vôlei. A equipe estava no grupo B, junto com Flamengo (RJ) e Ass. Gestores de Esp. Entretenimento (SP). Todos os jogos foram realizados em Recife/PE.

A primeira partida, contra o time carioca, terminou com o placar de 3×0 para o rubro negro, com parciais de 25/13, 25/17 e 25/09. Já a segunda partida, contra o time paulista, também acabou com um revés de 3×0, com parciais de 25/19, 25/17 e 25/20.

Por se tratar de uma competição nova – é a primeira edição do campeonato -, Thiago Araújo, assistente técnico da APCEF/DF, afirma que a experiência que o time teve foi válida. “Não tínhamos parâmetros e informações. Agora, temos todos os dados necessários e em qual nível se encontra a competição”, ressalta.

Em relação ao desempenho das atletas, o assistente conta que esperava um maior equilíbrio e que é o primeiro passo para dar seguimento no projeto é verificar a situação das atletas. “No entanto, a falta de experiência e falta de rodagem pesaram nas horas decisivas, fator determinante para o baixo aproveitamento na competição. Vai ser realizada uma avaliação com cada atleta ao final da temporada, para verificar quais devem dar sequência no projeto”, revela Thiago.

A equipe retoma a rotina de treinos na sexta-feira (26) e no sábado (27) e volta a viajar no domingo (28), desta vez para a região Sul, onde acontece a 18ª Taça Paraná de Voleibol, considerada pelo assistente como a “maior competição de categorias de base do Brasil”.

A APCEF/DF vai participar da categoria sub-21 do campeonato, entre os dias 28 de outubro e 2 de novembro. A sequência da equipe no ano deve ser participar do campeonato brasiliense adulto, que ocorrerá ainda em novembro, segundo a Federação de Vôlei do Distrito Federal.

Flamengo avança para a Superliga B
A partida decisiva do grupo B aconteceu nesta quinta-feira (25), entre Flamengo e Ass. Gestores de Esp. Entretenimento. O confronto, que ocorreu no ginásio da UniNassau, em Recife/PE, decidiu o líder da chave e a equipe que jogará a Série B da Superliga Feminina de Vôlei em 2019.

O jogo terminou em 3×0 para o time carioca, com parciais de 25/18, 25/21 e 25/15. Com o triunfo, o rubro-negro garantiu a vaga para a Superliga B.

Compartilhar