Siga Nossas Redes Sociais

Rio 2016

Brasil vence Irã com golaço de Ricardinho e leva o ouro no futebol de 5

Escrito em

Brasil e Irã se enfrentaram na final do futebol de cinco, para cegos, no Centro Olímpico de Tênis. Com um golaço de Ricardinho, aos 12 minutos, os donos da casa venceram por 1×0 e levaram o ouro.

O jogo
O Brasil começou o jogo ameaçando mais, com Jeffinho e Ricardinho. A equipe iraniana não conseguia finalizar. Mas quem tentou, pela primeira vez, foi a equipe do oriente. Aos seis minutos, o craque do time, Zada, chutou forte, mas o goleiro Luan fez a defesa.

Aos dez, foi a vez do Brasil tentar com Ricardinho, que sofreu falta de Shahhosseini. Na cobrança, o arqueiro iraniano Meysam fez a defesa. Mas dois minutos depois, a rede balançou. Ricardinho dominou a bola, limpou da marcação de dois iranianos e chutou no meio das pernas do goleiro, abrindo o placar para o Brasil e levando os mais de 3,1 mil torcedores que acompanharam o jogo no Centro Olímpico de Tênis ao delírio.

Após o gol, o técnico brasileiro Fábio Vasconcelos tirou Ricardinho e colocou Nonato. O time brasileiro continuou com o domínio da partida e seguiu ameaçando a meta de Meysam. Aos 18, Ricardinho volta no lugar de Jefinho e, por muito pouco, não marca o segundo gol dos donos da casa.

Ricardinho foi o responsável por marcar o gol do ouro brasileiro - Foto: Bob Martin/OIS/IOC

Ricardinho foi o responsável por marcar o gol do ouro brasileiro – Foto: Bob Martin/OIS/IOC

Já no segundo tempo, o técnico iraniano Mohammadreza Shaddel mudou a postura do time, partindo em busca de empatar o duelo. Mas quem arriscou primeiro foi o Brasil. Nonato chutou de longe e quase ampliou o placar.

Contudo, quem brilhou no segundo tempo foi Cássio. Ele roubou, por diversas vezes, a bola dos pés dos iranianos e tentava chegar ao gol adversário. Com a vantagem nas mãos, o Brasil recebeu a pressão iraniana nos minutos finais do jogo.

Zada ainda tentou algumas vezes, mas o goleiro Luan estava atento e defendeu. Nos dois minutos finais, Jefinho e Nonato assombraram o arqueiro Meysam, com chutes fortes. A bola foi pra fora nas três oportunidades que tiveram. O time brasileiro apenas esperou o soar da sirene aos 50 minutos para comemorar o tetracampeonato paralímpico.

Seleção brasileira venceu por 1x0 e faturou o ouro no futebol de 5 - Foto: Bob Martin/OIS/IOC

Seleção brasileira venceu por 1×0 e faturou o ouro no futebol de 5 – Foto: Bob Martin/OIS/IOC

“Quando a gente joga, a gente pensa nesse momento, de receber a medalha, ouvir o hino. A cada competição é diferente. É maravilhoso estar aqui, no nosso país, ouvindo o grito da torcida, chamando nosso nome. É uma sensação única. Pudemos desenvolver nosso futebol, eles incentivaram muito. Essa medalha é pra todos que acompanharam e torceram”, disse Jefinho, em entrevista coletiva.

Com a vitória, o Brasil segue invencível em Jogos Paralímpicos. Foram 17 jogos, com 14 vitórias e três empates.

Rener Lopes é jornalista formado pela Universidade Católica de Brasília (UCB); Atua na mídia esportiva desde 2006. Já teve passagens pelas rádios Paranoá FM, Comunidade FM do Gama, Transamérica FM Brasília, Bandeirantes AM Brasília e Ativa FM Brasília. Tem no currículo três olimpíadas (Atenas 2004, Londres 2012 e Rio 2016), duas Copas do Mundo (Brasil 2014 e 2019) e uma Copa América (Brasil 2019).

Continue Reading
Clique para deixar seu comentário

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *