Siga Nossas Redes Sociais

Rio 2016

Atletismo brasileiro tem dia cheio de medalhas

Escrito em

Nesta sexta-feira (9), o atletismo brasileiro ganhou quatro medalhas paralímpicas. Pela manhã, Daniel Martins conquistou o ouro nos 400m classe T20(categoria para atletas com deficiência intelectual) com direito à quebra de recorde mundial. Nos períodos da tarde e da noite, o desempenho do Brasil também não decepcionou a torcida.

Nos 100m T35 (para atletas com paralisia cerebral), Fábio Bordignon garantiu a prata com o tempo de 12”66. O ucraniano Ihor Tsvietov levou o ouro, com 12”31, e o argentino Hernan Barreto buscou  o bronze com o tempo de 12”85.

Logo depois, foi a vez de Verônica Hipólito levar a medalha de prata, nos 100m T38 (para atletas com paralisia cerebral) ao alcançar os 12”88. A medalha de ouro ficou com a britânica Sophie Hahn, que cravou 12″62,  o bronze foi para a também britânica Cox Kadeena, com 13″01.

Rio de Janeiro, Brasil, 9 de Setembro. Daniel Martins (BRA) durante a final dos 100m masculino classe T20 no Estadio Olimpico nos Jogos Paralímpicos Rio 2016 . Créditos: Heusi Action / Miriam Jeske

Rio de Janeiro, Brasil, 9 de Setembro. Daniel Martins (BRA) durante a final dos 100m masculino classe T20 no Estadio Olimpico nos Jogos Paralímpicos Rio 2016 . Créditos: Heusi Action / Miriam Jeske

Pra fechar o dia do Brasil no Estádio Olímpico Nilton Santos, Izabela Campos ficou com o bronze no lançamento de disco F11 (atletas com deficiência visual), ao conseguir a  distância de 32m60. Ouro e prata foram para as chinesas Liangmin Zhang e Hongxia Tang que fizeram as marcas de 36,65m e 35,01m, respectivamente.

 

  • Os números de classificação das categorias variam de acordo com o grau de deficiência dos atletas.

 

 

Continue Reading
Clique para deixar seu comentário

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

P