Com informações da assessoria de comunica~çao

A ceilandense Ketleyn Quadros deu mais um passo importante rumo à Olimpíada do ano que vem. Nesta segunda-feira, a judoca brasileira venceu na categoria até 63kg.

A vitória veio contra Aléxia Castilhos, companheira de clube. Ketleyn venceu com um ippon, com um pouco mais de um minuto de luta.

“Estou muito feliz. Um evento desse porte, dentro do Brasil e em especial em Brasília, onde iniciei a minha carreira, me deixa muito feliz. Sou muito privilegiada por ter tido a oportunidade de competir e sair com a medalha de ouro. É um grande presente por tudo o que vem sendo construído e treinado”, disse a judoca

Esta é a terceira vez no ano em que Ketleyn sobe ao pódio pela seleção. Antes, ela havia conquistado uma medalha de prata, no Grand Prix de Budapeste, e uma de bronze, no Open de Oberwart.

Ketleyn (azul) venceu a compatriota Alexia Castilhos com um ippon – Foto: Divulgação/IJF

Mais medalhas

Nesta segunda-feira (07), segundo dia de competições, o Brasil conquistou mais duas medalhas, somando 13 ao todo.

Além do ouro de Ketleyn Quadros e da prata de Alexia Castilhos, Maria Portela levou o bronze na categoria até 70kg feminino e David Lima levou a prata na categoria 73kg masculino.

As provas continuam nesta terça-feira (08), último dia de competições. Os portões do Centro Internacional de Convenções de Brasília, no Setor de Clubes Sul, serão abertos às 11h. A entrada é franca.