Siga Nossas Redes Sociais

Outros Esportes

Brasília recebe o maior torneio de Judô já disputado no Brasil

Escrito em

Na manhã desta quinta (03), o secretário de esportes e lazer do Distrito Federal, Leandro Cruz, recebeu a imprensa para esclarecer como será o Grand Slam de Judô em Brasília, que ocorrerá nos dias 6, 7 e 8 deste mês. É a primeira vez em Brasília – e em uma cidade que não seja o Rio de Janeiro, onde foram realizadas quatro edições entre 2009 e 2012 – que o evento ocorrerá.

A competição terá 347 judocas de 60 países, com alguns atletas renomados no esporte como Teddy Rinner, Mayra Aguiar, Rafaela Silva, Ketleyn Quadros e Guilherme Schimidt, atleta mais novo da Seleção Brasileira na modalidade.

O Brasil, por ser o país sede, tem a vantagem de inscrever quatro atletas por categoria, enquanto os outros países apenas podem enviar dois para o campeonato. Além disso, a etapa é muito importante para a qualificação pros Jogos Olímpicos de 2020, em Tóquio, Japão, valendo 1.000 pontos no ranking mundial.

Fortalecimento esportivo na capital

O secretário ressaltou que o governo do Distrito Federal está buscando trazer grandes eventos esportivos, aumentando a visibilidade dos atletas e fortalecendo o turismo na capital brasileira. “O Grand Slam de Brasília faz parte da política de transformar Brasília em um grande centro esportivo no Brasil.(…) Brasília respira esporte”, garante Leandro Cruz.

Neste ano, a cidade recebeu a Copa Mundial de Triatlo e terá a Copa do Mundo sub-17 de Futebol e algumas modalidades dos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs).

Para incentivar o esporte em Brasília, os Centros Olímpicos contarão gradativamente com Judô em todas unidades. A secretaria de Esportes e Lazer levará 200 alunos dos Centros para acompanhar o campeonato e participar de atividades na Arena de Judô Kids, com participação do campeão olímpico em Barcelona, Rogério Sampaio.

Entrevista coletiva aconteceu na sede da Secretaria de Esporte. Grand Slam acontece nesta semana – Foto: Divulgação/Secretaria de Esporte

Participação brasiliense no Grand Slam

Além do secretário, estavam presentes na entrevista coletiva o árbitro da Federação Internacional de Judô e professor André Mariano dos Santos e os atletas da Seleção de Base Brasileira Marcelo Valadão e Matheus Takaki. O juiz, que está participando da escolha de árbitros para os Jogos Olímpicos de 2020, em Tóquio, ressaltou a importância de quebrar a predominância de eventos em Rio de Janeiro e São Paulo.

“Retirar um evento dessa magnitude do eixo Rio-São Paulo é algo muito forte. Da mesma forma, a possibilidade de ter um juiz que não nasceu nesse eixo em uma Olímpiada é uma oportunidade única”, afirmou André Mariano.

Serviço

O Grand Slam de Judô acontecerá entre nos dias 6, 7 e 8 de outubro dentro do Centro Internacional de Convenções do Brasil (CICB), no Setor de Clubes Sul. A entrada é gratuita.

Na segunda-feira (7) e terça-feira (8), dois ônibus farão o transporte entre a Rodoviária do Plano Piloto e o CICB, das 9h até as 21h.

Continue Reading
Clique para deixar seu comentário

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

P