Siga Nossas Redes Sociais

Institucional

Esportes Brasília faz 11 anos e lança novo visual

Escrito em

Foto: Divulgação

O dia era 21 de junho de 2009. O relógio apontava 11h45. Iniciava-se, no Distrito Federal, uma nova realidade do esporte e da imprensa esportiva: a transmissão de uma partida exclusivamente pela internet. Foram muitos os desafios, equipamento, tecnologia, reportagem… enfim, o trabalho foi feito. Naquele momento, o narrador Allan Barbosa abria, oficialmente, os trabalhos da Rádio Esportes Brasília, com a transmissão do jogo entre Universo/Brasília x Flamengo, pelo jogo 04 da grande final da primeira edição do Novo Basquete Brasil.

De lá para cá, são 11 anos, cobrindo grandes eventos. A Esportes Brasília foi a primeira emissora do centro-oeste brasileiro a focar – prioritariamente – transmissões pela internet. Os esportes onde estamos presentes? Basquete, futebol, vôlei, e, até mesmo, futebol americano. Todos pela mídia rádio, até então, muito rejeitada quando tratava-se de transmissão pela internet.

Além dos esportes em Brasília, foco principal da Esportes Brasília, grandes eventos também já tiveram cobertura do portal, como a Copa do Mundo da FIFA em 2014 e 2018 (profissional) e 2019 (sub-17), Copa América 2019, Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 e o Ultimate Fighter Championship, o UFC.

Muitos profissionais já empunharam o microfone azul da EB e estão em grandes veículos do Distrito Federal, e até mesmo, do Brasil. “Acho que foi o pontapé inicial da minha carreira. Eu tinha um ano de faculdade quando passei a fazer parte da equipe e foi uma oportunidade de abrir portas no jornalismo esportivo. Foi por meio da EB e do antigo Clube do Esporte DF que eu tive a oportunidade de, ainda durante a graduação, participar de coberturas nacionais e internacionais”, contou Lucas Magalhães, hoje repórter do portal Metrópoles.

“Foram quase dois anos de muita aprendizagem e experiência boa. Tenho quatro anos de jornalista formado, e foi na EB que tive a oportunidade de cobrir eventos a nível nacional com frequência. Além de todas as transmissões de rádio, na EB eu também comecei a ter mais autonomia na criação e edição de texto. A importância na minha carreira foi enorme”, ressaltou Willian Matos, hoje editor do portal DF Sports.

Dificuldades do começo

Um dos mais antigos na equipe, o narrador Bruno Henrique de Moura, que hoje também escreve para o site Distrito do Esporte, fala da dificuldade do começo das coberturas da EB: “No início, a tecnologia era muito mais atrasada, a rede de internet conseguia ser bem pior, e a única alternativa era o streaming. Um pico de energia podia botar tudo a perder”, disse.

“Me lembro dos jogos longe em que tínhamos de usar aqueles modem de operadoras de conectar no USB. Era um parto a transmissão. Hoje, com YouTube e roteamento de Internet por celular, as coisas ficaram muito mais simples”, completa o jovem narrador, que também é advogado formado pela Universidade de Brasília.

“Já cheguei a transmitir jogo no relento, no estádio JK, com uma mesa de plástico e uma lata de tinta para colocar os equipamentos. Aquele jogo (a final da segunda divisão do Candangão 2011) foi uma das nossas maiores audiências, pois os familiares dos jogadores queriam saber se o filho ou o esposo levantariam o título”, ressalta Rener Lopes, narrador da EB.

Site novo: um presente para a audiência

Para comemorar os 11 anos de fundação da Esportes Brasília, um novo site está no ar. “É um site mais moderno, adaptado às necessidades do mercado, e com muita tecnologia”, explica Rener Lopes, diretor-geral da EB.

No portal, lançado neste dia 29 de junho, as seções foram reorganizadas, de maneira a deixar o leitor mais bem informado. No site principal, estão as últimas notícias, bem como as cinco matérias mais lidas nos últimos 30 dias.

A seguir, o leitor vai conseguir encontrar as matérias separadas por modalidade, como o futebol candango e nacional, o basquete, o vôlei, o futsal e os outros esportes. Em relação às novas tecnologias, a seção de vídeos foi reforçada com as #LivesDaEB, que estão acontecendo no Instagram, semanalmente, com personalidades do esporte de Brasília.

As transmissões das partidas também ganharam um reforço. No link “Ao Vivo“, o internauta poderá ver as imagens das cabines dos estádios e ginásios onde a EB está. As imagens estão também disponíveis no canal do YouTube da Esportes Brasília.

“Nos últimos 10 anos, muitos veículos importantes de imprensa que tinham editoria dedicada ao esporte local simplesmente acabaram com esses espaços. Em casos piores, há veículos esportivos que deixaram de existir. Ver a Esportes Brasília comemorar uma data tão importante de 11 anos de atuação efetiva e ininterrupta na cobertura do esporte brasiliense é algo que realmente nos enche de alegria. Especialmente por ser um veículo pioneiro nessa onda do rádio na internet. Não posso deixar de citar que a EB é um dos veículos que mais revelaram novos profissionais que hoje fazem sucesso na profissão”, aponta Jânio Gomes, presidente da Associação Brasiliense de Cronistas Desportivos.

Continue Reading
4 Comentários

4 Comentários

  1. Simplicio

    29 de junho de 2020 at 07:45

    Parabens a Eaportes Brasilia. Evoluindo !!

  2. Msrco Antonio Tchefy

    29 de junho de 2020 at 09:42

    Parabéns ao Esportes Brasília

  3. Ronaldo Pacheco

    29 de junho de 2020 at 10:31

    Parabéns pelo que foi realizado até agora e que a expansão e evolução do trabalho continue sempre.

  4. Gilmar

    29 de junho de 2020 at 12:19

    Parabéns EB. Brasília precisa de um jornalismo assim.

Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *